fbpx
The Riders Histories
Riders Cross

ARENA CROSS FEZ VALER O INGRESSO NA NOITE DO ÚLTIMO SÁBADO.

Intensa é a palavra que descreve a abertura da 24ª temporada do Arena Cross que aconteceu no sábado dia 28/05 em Jundiaí.

Totalizando mais de 6 mil pessoas nas arquibancadas, segundo a organização, a pista montada perto do Paço Municipal da cidade garantiu boa visibilidade das quatro categorias ( duas profissionais e duas infantis).

Com transmissão ao vivo pelo canal SporTV, ainda podem ser vistas pelo Youtube Arena Live Brasil.

Categoria Pró

Para pilotos acima de 16 anos e motos  até 450 cc, é a mais esperada do evento devido ao alto nível dos pilotos que proporcionam boas disputas. Na primeira bateria, o venezuelano e atual campeão Anthony Rodriguez da Honda Racing largou na frente mas, em seguida foi ultrapassado por seu companheiro de equipe, o brasileiro Hector Assunção. Assunção garantiu o primeiro lugar, seguido do piloto Yamaha Monster Energy Geração, Paulo Alberto e, em seguida, Anthony Rodriguez da Honda Racing.

Foto: dudabairros/divulgação – Hector Assunção vencedor na classificação  geral da Pró – Arena Cross 2022 Jundiaí 

Na segunda bateria inicialmente foi um repeteco da primeira com Assunção a frente  e Rodriguez na cola mas, uma queda de Fábio Santos da Yamaha Monster Energy Geração interrompeu a prova com bandeira vermelha. Santos foi encaminhado a um hospital da região e uma nova largada foi dada para mais dez minutos de prova. Quem pulou na frente foi o piloto Yamaha Paulo Alberto mas, sustentou a posição até a sua queda. Outro que foi ao chão, Hector Assunção estava em segundo, foi parar nas últimas posições e, com uma corrida de recuperação chegou em segundo, atrás do piloto GasGas e campeão da categoria AX2 de 2021, Pepê Bueno.

“Fiz uma boa relargada, os outros pilotos caíram na curva e eu consegui me livrar da confusão e vencer. Estou muito feliz com essa conquista”, ressalta Bueno.

Foto: dudabairros/divulgação – Pepê Bueno vencedor da 2ª bateria da Pró – Arena Cross 2022 Jundiaí

Com a combinação de resultados e a vitória no Duelo 1×1 contra o português Paulo Alberto, o que lhe rendeu mais dois pontos, Hector Assunção está na liderança do campeonato que ficou assim:

Categoria Pró – Classificação do campeonato após 1ª etapa 

1º – Hector Assunção #30 – 39 pontos

2º – Anthony Rodriguez #1 – 30 pontos

3º – Paulo Alberto #211 – 29 pontos

4º – Pepê Bueno #97 – 28 pontos

5º – João Pedro Ribeiro #282 – 24 pontos

“O Arena Cross é muito intenso porque é uma prova curta, então tudo acontece muito rápido. Estou bastante feliz com a etapa de abertura, venci o Duelo 1×1 e a primeira bateria. Estava vencendo a segunda corrida quando infelizmente houve o acidente. Na relargada, caí na primeira volta e fiz boa prova de recuperação. Com a soma dos resultados, eu sabia que o segundo lugar renderia a liderança da Pró, então procurei me manter calmo para segurar a posição até o final”, conta Assunção, cinco vezes campeão do Arena Cross.

Categoria AX2

A categoria AX2 com  pilotos de 14 a 23 anos e motos de até 250 cc, teve uma largada com quedas e, na confusão, o bicampeão Lucas Dunka da Pro Tork KTM Racing Team ficou para trás, mas, conseguiu se recuperar e chegar em segundo!

O destaque da prova ficou para o piloto #70 da Power Husky Invictus Speed Crew, Ramyller Alves, que levou a prova de ponta a ponta. Ele, que compete nos Estados Unidos, conquistou sua primeira vitória no Arena Cross e disse: “Faturar essa prova foi muito especial. Há nove anos, eu ganhava aqui nesta cidade minha primeira corrida desta competição, na categoria 85cc. Receber esse carinho novamente do público foi demais”.

Continuando a classificação, Marcello Teodorico (Yamaha) chegou em  terceiro lugar seguido por Gabriel Andrigo (Honda) em quarto  e Guilherme Bresolin (Yamaha) na quinta colocação.

Foto: dudabairros/divulgação – Ramyller Alves, vencedor da AX2 Arena Cross 2022 Jundiaí 

Categoria AX2 – Classificação do campeonato após 1ª etapa 

1º – Ramyller Alves #70 – 20 pontos

2º – Lucas Dunka #34 – 17 pontos

3º – Marcello Leodorico #244 – 15 pontos

4º – Gabriel Andrigo #10 – 13 pontos

5º – Guilherme Bresolin #109 – 11 pontos
Fonte:
Equipe MOTO.com.br4

Notícias relacionadas

Pilotos da MXF sobem ao pódio no ES e vão com tudo para a próxima etapa do Brasileiro de Enduro

The Riders

OFF ROAD: MXF LANÇA NOVO MODELO 4 TEMPOS

The Riders

MXF revela Pro Racing 140cc

The Riders