The Riders Histories
Dicas

Curva: Como obter a inclinação máxima da moto

Como obter a inclinação máxima da moto em curva durante um Track Day. Muito se comenta sobre aquilo que é o ângulo de inclinação máximo de uma moto, por exemplo, no caso de situações extremas de pilotagem ao mais alto nível pode chegar a uns incríveis 68º ( Marc Marquez… pois claro ).

Muito se comenta sobre aquilo que é o ângulo de inclinação máximo de uma moto, por exemplo, no caso de situações extremas de pilotagem ao mais alto nível pode chegar a uns incríveis 68º ( Marc Marquez… pois claro ).

No entanto nenhum de nós certamente aspira a ser piloto da mais alta competição mas num ou outro Track Day que realizemos pode ajudar percebermos alguns princípios relacionados com a inclinação da moto ideal em cada curva.

O que significa o ângulo de inclinação máximo de uma moto ?

Em termos práticos é fácil definirmos o grau de inclinação máximo de uma moto pois será o ângulo que a moto permite realizar na sua inclinação máxima até que algum dos seu componentes ( normalmente os poisa-pés ) toquem o solo. Este ângulo pode ser facilmente medido na vossa moto com a ajuda por exemplo de um macaco hidráulico que a suporte na inclinação máxima permitida.

Leia também:

Ora, face a esta realidade inicial podemos assumir que a inclinação máxima em curva permitida pela moto nas condições ideais, piso seco, pneus de competição e postura em moto correcta a curvar, será precisamente aquela permitida pela moto deixando uma pequena margem de distância que pode ser detectada de preferência pelos deslizadores metálicos exteriores na ponta das vossas botas, tendo o pé recolhido na ponta do poisa-pés. Devemos evitar raspar os poisa-pés pois poderá provocar o desequilíbrio da moto ou diminuir a aderência dos pneus pelo efeito de alavanca no solo.

Muitos podem pensar que ao começarmos a desgastar a borda lateral mais exterior do pneu que se atingiu a inclinação máxima da moto, mas essa não é a realidade. Aliás em pista é muito fácil rodarmos sobres os limites da superfície dos pneus e certamente para além dos mesmos pois o pneu está preparado de forma a providenciar a deformação necessária para garantir a aderência num nível de inclinação muito superior.

Leia também:

Por isso podemos assumir que nas condições ideais moto/piloto a inclinação máxima é precisamente definida pela aquela que a moto fisicamente permite, deixando uma reserva para que a mesma não toque no piso altamente abrasivo da pista.

Qual é a relação entre velocidade e inclinação?

Existe uma relação directa entre a inclinação e a velocidade… quanto maior a velocidade em curva mais deveremos inclinar e quanto maior for a inclinação maior será a velocidade em curva. Em curvas mais abertas e rápidas, por exemplo, será possível mantermos a inclinação máxima da moto por mais tempo no entanto nem em todas as curvas será necessário realizá-las no registo de inclinação máxima.

Em curvas menos rápidas a inclinação máxima é normalmente atingida no Apex da curva mas pode ser mantida caso necessário e progressivamente ir levantando a moto e a rodar punho em aceleração. O tempo de inclinação máxima é normalmente ditado pela natureza da curva e pela velocidade possível manter durante a mesma. Há que ter atenção aos correctores no interior da curva pois alguns são elevados e em curvas com trajectória muito fechada junto aos mesmos deveremos ser mais conservadores na inclinação da moto.

Uma outra condicionante tem a ver logicamente com os pneus com que estamos a rodar, que devem estar em perfeitas condições, de preferência a estrear para o Track Day e à pressão recomendada. A procurarmos rodar com ângulos de inclinação máxima é importante termos a melhores condições possíveis de aderência por isso a pressão e a temperatura devem ser a adequadas. 

Recomendamos sempre a utilização de mantas de aquecimento dos pneus, que nos permitirá sair para a pista de imediato com a temperatura mais próxima da ideal e a pressão deverá ser sempre medida com os pneus quentes. Em caso de dúvida quanto às pressões recomendadas poderão questionar os pilotos mais experientes ou até os técnicos de pneus que quase sempre se encontram presentes em dias de Track Day. Caso saiam com os pneus frios para a pista é recomendável rodar umas 3 voltas com os mesmos de forma mais conservadora até atingirem a temperatura ideal e depois passar por boxes para acertar a pressão. 

O ângulo de inclinação máximo varia de moto para moto e em função do Setup da moto e do estilo de condução

Cada moto terá obviamente um ângulo de inclinação máximo que depende muito da sua preparação para circuito. Modelos idênticos poderão ter ângulos de inclinação totalmente distintos basta pensarmos que não é o mesmo que rodar com os poisa-pés de origem ou poisa-pés racing recuados. Também o montarmos carenagens de competição normalmente permitem maior ângulo de inclinação do que as carenagens de origem. ( até porque em caso de caída é sempre muito mais oneroso substituir as carenagens originais )

Em ângulos de inclinação máximos há que gerir a aceleração de forma muito progressiva sendo que o ideal é manter a aceleração certa que permita rodar o mais inclinado possível ao máximo da velocidade sendo que apenas na saída da curva e com a moto a sair da inclinação máxima poderemos então rodar punho. A inclinação máxima em curva dever ser obtida com uma conjugação de factores que incluem velocidade em curva, posição na moto e trajectória ideal … o joelho no asfalto da pista ajudará, para além do protector da biqueira da bota,  a controlar essa mesma inclinação sendo que a colocação do mesmo no asfalto também dependerá da obtenção da inclinação máxima da moto e da nossa posição correcta sobre a mesma.

A evolução e aperfeiçoamento da técnica virá com o tempo de rodagem e o conhecimento da pista onde rodamos. Se sentirmos a ponta dos pés, recolhidos e colocadas nos extremos dos poisa-pés interiores da curva, tocarem o asfalto da pista, quererá dizer que estamos perto de atingir a inclinação máxima da moto.

A consistência adquire-se com o tempo e a experiência de rodar num determinado circuito e numa determinada moto. Nem sempre conseguiremos eficiência máxima e muitas vezes fazer sempre uma determinada curva da mesma forma, ou porque entrámos tarde de mais, ou porque travámos cedo de mais, ou porque não entrámos à velocidade certa, ou porque nos atrapalhou um outro piloto, enfim por uma série de razões que podem interferir no desempenho ideal em curva da nossa moto. 

Finalmente lembrarmo-nos que a inclinação máxima se obtém com maior velocidade em curva. Se não conseguimos obter a inclinação máxima da moto numa determinada curva será porque estamos a rodar demasiado lentos ou porque eventualmente não será necessário.

Em artigos anteriores falámos sobre a técnica de colocar o joelho no chão e de conseguir o Apex em cada curva, questões que estão directamente relacionadas com a inclinação da moto, a velocidade em curva, a trajectória e a posição que devemos assumir sobre a mesma. A combinação desses dois artigos com este novo conteúdo poderá ser uma ajuda preciosa para quem procura evoluir em pista e conseguir baixar os seus tempos por volta, de forma consistente e ao melhor estilo.

Acelerem na Pista e não na Estrada…

Continue navegando no portal The Riders e acelere com a gente!

Acesse nossas sessões Riders CustomRiders Speed, Riders TrailRiders ElétricaRiders Cross e fique ligado nas novidades! Moto

Notícias relacionadas

Descubra se moto de 50 cilindradas (50cc) Precisa de Habilitação

Marcelo Nunes

Pneu furado na Moto: Faça Você Mesmo o Conserto!

Marcelo Nunes

Lubrificante de corrente de moto: 5 Melhores marcas em 2023

Marcelo Nunes

Deixe um comentário