fbpx
The Riders Histories
Notícias

Honda CB400 pode regressar à produção no próximo ano

De acordo com fontes japonesas, a Honda poderá estar a trabalhar numa nova plataforma voltada especialmente para o regresso da icónica CB400, enventualmente mais tarde aconpanhada por uma desportiva com o mesmo motor ‘4 em linha’.

Em 2022 a Honda anunciou o fim de produção de um dos seus modelos mais emblemáticos na média cilindrada: a Honda CB400 Super Four. Como podem imaginar, o motivo para essa saída de produção foram as rígidas normas antipoluição que atualmente prevalecem, além da possibilidade da marca japonesa oferecer uma alternativa real à sua neo-clássica naked.

A realidade é que, depois de 3 décadas no mercado, a ideia de substituir siglas tão famosas parecia no mínimo complicada. Mas é igualmente verdade que, para a Honda, a evolução de um motor deste tipo foi muito difícil, ainda mais quando se destinava quase exclusivamente ao mercado japonês – com custos nem sempre justificados. A tudo isto devemos acrescentar o facto de outros topos de gama da marca, como a VFR800 ou a sua irmã mais velha a CB1300 , também terem saído da oferta da Honda por igual razão. Portanto, ninguém pensou que a empresa com a asa de ouro iria pensar no renascimento do modelo apenas um ano e meio depois de anunciar seu fim comercial – não faz muito sentido!

No entanto, agora ficámos a saber graças aos colegas japonesa da Young Machine que a Honda já pode ter em pleno desenvolvimento um novo lote de Honda CB400 SF. Já no passado mês de setembro surgiu a notícia da possível chegada de uma CB500 adaptada às novas necessidades da marca, e que envolveu o desenvolvimento de uma mecânica com homologação Euro5.

O famoso quatro cilindros em linha de 399cc com 4 válvulas por cilindro e refrigeração líquida da Honda, debitava na sua última configuração uma potência máxima de 56 cv a 11.000 rpm e binário máximo de 39 Nm a 9.500 rpm. A marca declarou para ela uma velocidade máxima autolimitada de 180 km/h e aceleração de 0 a 100 km/h em apenas 4,5 segundos .

Razões para o regresso da Honda CB400 SF

Uma das hipóteses cogitadas pela Young Machine é que a Honda está a projectar este regresso por causa da Kawasaki. Referimo-nos, claro, à apresentação recente da radical Ninja ZX-4R/RR de quatro cilindros que vem para a Europa. A pequena desportiva da empresa de Akashi é precisamente equipado com um motor que segue a configuração mecânica usada pela Honda.

No caso da Kawasaki, estamos a falar de um tetracilíndrico de 399 cc , refrigerado a água, com dimensões internas de 57,0 × 39,1 mm e submetido a uma compressão final de 12,3:1. Possui um sofisticado sistema de injeção eletrónica de combustível e é “dopado” de série com o lendário Ram-Air da marca, o que lhe permite chegar a uma potência final de 80 CV que é transmitida à roda traseira através de uma caixa de seis velocidades. Além disso, é mais do que provável que a Kawasaki, mais cedo ou mais tarde, apareça com uma variante naked equipada com a mesma mecânica de sua irmã desportiva. Uma versão ” Z400RS ” seria um sucesso para a empresa japonesa neste momento, sem um verdadeiro rival na categoria, tomando conta do nicho de mercado que até há bem pouco era ocupado pela extinta Honda CB400 SF.

Assim, e neste ponto, é evidente que a Honda procuraria corrigir o erro de ter retirado o seu mítico modelo da sua gama. Além disso, é possível que reagisse ao seu vizinho de Akashi com a chegada de uma nova geração da Honda CB400 SF, ponderando ainda o desenvolvimento de uma variante desportiva, como a Honda CBR400RR, para tentar fazer frente à explosiva desportiva da Kawasaki que recentemente demos a conhecer.

Notícias relacionadas

60 anos da Alpinestars com Keanu Reeves

Marcelo Nunes

Triumph Speed Twin 1200 2024: Preço, Ficha Técnica, Consumo e Fotos

Marcelo Nunes

Explorando o Poder Off-Road da Aguardada Royal Enfield Himalayan 450 Antes do Lançamento Oficial!

Marcelo Nunes

Deixe um comentário