fbpx
The Riders Histories
Mundo SpeedRiders-Speed

MIGUEL OLIVEIRA: HÁ COISAS QUE LHE RETIRA CONFIANÇA

Aleix Espargarò e Miguel Oliveira saíram do Sprint de Losail, ambos com fraturas, devido ao infeliz acidente de corrida. Sobre a situação médica dos pilotos, o CEO da Aprilia, Massimo Rivola disse à Sky MotoGP:

MOTOGP, RIVOLA SOBRE MIGUEL OLIVEIRA: “HÁ UMA COMBINAÇÃO DE COISAS QUE LHE RETIRA CONFIANÇA”

“Esperávamos um sábado completamente diferente, a situação médica é bastante complicada para o Aleix que infelizmente foi apanhado pelo Miguel que saiu ao lado naquela curva. O Miguel sofreu uma fratura no ombro direto, enquanto o Aleix sofreu uma fratura na fíbula da perna esquerda . Em apenas uma volta, causamos bons danos… “

Acesse nossas sessões Riders CustomRiders Speed, Riders TrailRiders ElétricaRiders Cross e fique ligado nas novidades! Moto

MOTOGP, MIGUEL OLIVEIRA (DNF): “TERMINA POR AQUI O MEU FIM DE SEMANA”

Miguel Oliveira, Thailand MotoGP 27 October 2023 // Gold & Goose / Red Bull Content Pool // SI202310270280 // Usage for editorial use only //

Miguel Oliveira recorreu às redes sociais para informar os seus fãs de que não vai participar no que resta do Grande Prémio do Qatar, devido à lesão que sofreu na corrida sprint. O português pede ainda desculpa a Aleix Espargaró pelo incidente que causou a queda de ambos.

“Em primeiro lugar, quero pedir desculpa ao Aleix Espargaró por ter acabado com a sua corrida. Em segundo, dizer que termina por aqui o meu fim-de-semana com uma fratura na escápula direita. Em terceiro, quero agradecer a quem tem estado comigo nestes tempos. Sinto-me encorajado e com vontade de continuar a construir o meu sonho aqui com toda a minha equipa. Obrigado”, escreveu no Instagram.

MOTOGP, QATAR, WARM UP: VIÑALES MAIS RÁPIDO ANTES DA CORRIDA

Maverick Viñales (Aprilia) foi o piloto mais rápido do warm up do Grande Prémio do Qatar de MotoGP. O espanhol fez a sua melhor volta em 1:53.346 minutos, batendo Johann Zarco (Pramac) por 236 milésimos, com Fabio Quartararo (Yamaha) em terceiro, a 341 milésimos.

Numa curta sessão de dez minutos, em que os pilotos aproveitaram para testar as motos uma última vez antes da corrida, foi o espanhol da Aprilia a terminar na frente, ele que já tinha sido o melhor piloto não-Ducati na sprint de ontem, terminando na sexta posição. Zarco e Quartararo também terminaram dentro do top-10 (em décimo e oitavo, respetivamente, embora a décima posição não dê pontos na sprint).

Num warm up em que todos os pilotos deram no máximo seis voltas, Álex Márquez fechou no quarto posto, à frente das duas KTM, de Jack Miller e Brad Binder. Marc Márquez foi o sétimo classificado, com Franco Morbidelli e Francesco Bagnaia a terminar na nona posição. O italiano terminou sete lugares à frente de Jorge Martín (16.º), lembrando que partem ambos na segunda linha da grelha mais logo. Ontem, foi Martín que levou a melhor, vencendo o sprint, com Bagnaia a fechar no quinto posto.

Destaque ainda para a ausência de Miguel Oliveira, que vai falhar o resto deste fim de semana, com uma lesão na omoplata, contraída ontem após uma queda na primeira volta da corrida sprint.

A corrida de MotoGP tem início agendado para as 17 horas.

MOTOGP, QATAR: EMINENTE UMA LONGA PAUSA PARA MIGUEL OLIVEIRA

Miguel Oliveira, Thailand MotoGP 27 October 2023 // Gold & Goose / Red Bull Content Pool // SI202310270293 // Usage for editorial use only //

As notícias não são boas, nem para a Aprilia, nem para a RNF e muito menos para Miguel Oliveira. O português sofreu no sprint de ontem uma lesão semelhante à de Bastianini no final de março, que afastou o italiano por mais de dois meses das pistas.

A primeira temporada de Miguel Oliveira no MotoGP com a CryptoDATA RNF Aprilia tornou-se um inferno. O português já se lesionou por três vezes este ano. Primeiro a colisão com Marc Márquez na abertura da temporada em Portimão, depois lesionou-se em Jerez (luxação do ombro) e agora, uma nova lesão, talvez a mais grave de todas.

Oliveira regressou em Mugello mas depois de dois quintos lugares em Austin e Silverstone, o cinco vezes vencedor do MotoGP (numa KTM) não conseguiu mais alcançar um resultado de topo este ano. Ontem o luso caiu logo no início do sprint na primeira volta da Curva 6 ao tocar na roda traseira de Aleix Espargaró durante a travagem na entrada para a curva 6 de Losail. Os dois pilotos da Aprilia cairam, enqaunto Bastianini não evitou uma moto que estava caída à sua frente e também caiu.

Enquanto o colega de marca Aleix Espargaró (pequena fratura na cabeça da fíbula da perna esquerda) espera poder competir hoje após exame médico, para Miguel Oliveira o prognóstico é bastante pior: o português de 28 anos sofreu uma fractura na omoplata direita e possívelmente não vai competir mais até ao final da temporada, podendo inclusive faltar aos testes de Valência.

“É provável que seja uma lesão semelhante à de Bastianini em Portugal”, teme Massimo Rivola, CEO da Aprilia Racing.

Notícias relacionadas

Honda CBR600RR 2024: Supersport com essência HRC

Marcelo Nunes

EQUIPE DE ROSSI MOSTRA MOTO DE ESTREIA NA MOTOGP

Marcelo Nunes

Honda CBR750R 2024: Entre o sonho e a realidade

Marcelo Nunes

Deixe um comentário