fbpx
The Riders Histories
Mundo SpeedRiders-Speed

MOTOGP, CORRIDA DE MIGUEL OLIVEIRA ESTRAGADA POR TOQUE DE BRAD BINDER

Miguel Oliveira terminou o Grande Prémio da Indonésia na 12.ª posição, num Grande Prémio que prometia bastante mais. Com uma escolha de pneus arriscada, o português estava a ser atacado por pilotos que pareciam estar mais rápidos, mas ocupava o oitavo lugar quando um toque do ex-colega de equipa Brad Binder a fazê-lo sair para a gravilha e a perder muito tempo.

Miguel Oliveira começou o dia no warm up, uma curta sessão de dez minutos que, para o português, até foi mais curta do que isso. Por motivos que não foram explicados, o luso saiu bastante tarde para a pista e só teve tempo de fazer três voltas lançadas, ao contrário dos outros pilotos, que fizeram seis. E as voltas do luso foram lentas, com Oliveira a terminar em 21.º e último, com a sua melhor volta em 1:33.494 minutos, terminando a 2.451 segundos do mais rápido, Maverick Viñales.

No arranque, Miguel Oliveira fez aquilo que não conseguiu fazer ontem, ganhando quatro posições e subindo a oitavo (aproveitando o facto de estar com pneus macios à frente e atrás), passando depois para sexto aproveitando um erro de Enea Bastianini e a queda posterior de Luca Marini. Oliveira foi depois ultrapassado por Brad Binder e desceu para sétimo. Com Binder a ter de cumprir uma long lap, o Falcão voltou ao sexto posto, sendo perseguido de perto por Jack Miller, Marco Bezzecchi e Brad Binder. Um erro do luso permitiu a passagem a Miller, com Bezzecchi a não esperar muito para passar também. Até que, quando Binder tentou a ultrapassagem, tocou na traseira da moto do português (já tinha feito o mesmo anteriormente a Marini e foi penalizado com duas long laps por cada uma das situações), que saiu largo e caiu para 16.º.

Bastante atrasado, o luso prosseguiu a corrida e foi aproveitando quedas de adversários para subir a 13.º, apenas à frente de Franco Morbidelli. Até ao final, o luso ainda conseguiu ter ritmo suficiente para apanhar e ultrapassar o colega de equipa Raúl Fernández, terminando no 12.º lugar.

Notícias relacionadas

A Kawasaki ZX-25R 2024: Potência Elevada e Performance Inigualável!

Marcelo Nunes

MotoGP 2024 Jorge Martin: Está Deixando Todo Mundo de Queixo Caído!

Marcelo Nunes

Ducati Panigale V4S 2023 é lançada mais cara que um Pulse Abarth

Marcelo Nunes

Deixe um comentário