The Riders Histories
Mundo SpeedRiders-Speed

MOTOGP, MIGUEL OLIVEIRA (11.º): “TIVEMOS UM PROBLEMA COM A DIANTEIRA DA MOTO”

MIGUEL OLIVEIRA

Miguel Oliveira falou de um problema que sentiu com a frente da sua moto durante a corrida sprint, que o impediu de atacar Fabio Quartararo. De resto, o luso agradeceu a todos os fãs portugueses que o apoiam em Le Mans este fim de semana.

“Estava à espera de bastante mais, para ser sincero, mas tivemos algum problema com o pneu dianteiro ou com a dianteira da mota que ainda não conseguimos perceber. Tivemos algo muito anormal a acontecer e não pude sequer atacar para fazer melhor”, disse, em declarações à Sport TV.

“É muito giro ver o apoio de todos os portugueses. É um apoio ligeiramente diferente porque os fãs que vivem fora de Portugal parece que vivem as coisas portuguesas de outra forma. Vivem talvez com mais saudade, mais emoção na hora de me encontrarem e de eu assinar uma camisola ou um chapéu. Agradeço imenso esse apoio dos portugueses”, referiu.

Leia também:

MIGUEL OLIVEIRA

MOTOGP, MIGUEL OLIVEIRA ABANDONA EM LE MANS QUANDO RODAVA EM NONO

Miguel Oliveira registou hoje o seu primeiro abandono numa corrida este ano. O piloto português ocupava o nono lugar, tendo acabado de perder posição para Enea Bastianini, até que entrou subitamente na box, possivelmente com alguma questão na sua moto, e abandonou.

O português começou o dia com o warm up, a habitual sessão de dez minutos em que os pilotos têm uma última oportunidade para testarem as motos antes da corrida.

À semelhança de ontem, Miguel Oliveira não ganhou nem perdeu lugares na primeira volta, mantendo-se em 12.º, atrás de Jack Miller e à frente de Brad Binder, que saiu que nem uma bala do último lugar da grelha.

O luso ultrapassou Miller e beneficiou depois das quedas de Pedro Acosta e Marco Bezzecchi para subir ao nono posto. Algumas voltas depois, o piloto da Trackhouse subiu momentaneamente ao oitavo posto, depois de Enea Bastianini cumprir uma long lap, mas o homem da Ducati tinha mais ritmo e recuperou o lugar.

Até que, a 11 voltas do fim, o português entrou nas boxes, possivelmente com algum problema na moto, e abandonou.

Nessa sessão, Miguel Oliveira terminou no décimo lugar, com a sua melhor volta em 1:31.910 minutos, a 390 milésimos de Pedro Acosta. Depois de se ter queixado de problemas na dianteira da sua moto durante o sprint de ontem, faltava saber o que é que o homem da Trackhouse poderia fazer na corrida principal.

Continue navegando no portal The Riders e acelere com a gente!

Acesse nossas sessões Riders CustomRiders Speed, Riders TrailRiders ElétricaRiders Cross e fique ligado nas novidades! 

Notícias relacionadas

Bagnaia tem politraumatismo grave, mas “pequena lesão”, após acidente na Catalunha

Marcelo Nunes

Kawasaki Z900 2024: Descubra a Emoção Sobre Duas Rodas!

Marcelo Nunes

E se a Yamaha R9 for retrô? Esta é a linda XSR900 DB40

Marcelo Nunes

Deixe um comentário