fbpx
The Riders Histories
Notícias

Motos chinesas! Porque alguns copiam – e impunemente?

Nem todas as motos chinesas são cópias descaradas de modelos de marcas famosas. Diga-se de passagem, gigantes da China lideram o campo das elétricas e fazem parcerias com nomes como KTM e Honda. No entanto, pequenas fabricantes asiáticas ainda chamam atenção com seus produtos ‘altamente inspirados’ em sucessos de concorrentes. Afinal de contas, por que isso acontece?

Motos chinesas! Porque alguns copiam e impunemente? 

O exemplo mais conhecido e citado, no mundo das “cópias” chinesas, é o motor de 500cc bicilíndrico família CB da Honda. A marca japonesa apresentou o propulsor com o virabrequim de 180 graus para a produção em série em 2013, junto de um exterior bastante característico.

E é exatamente esta carcaça, as formas da embreagem e da tampa do virabrequim, que é vista em alguns modelos chineses – como das marcas Voge e Brixton. A Loncin é creditada como uma das principais produtoras destes “motores alternativos”. Mas dependendo do fabricante, os dados de desempenho ou cilindradas podem ser diferentes.

Para responder a essa questão, o site especializado “Motorrad” foi até o Escritório Alemão de Marcas e Patentes. E segundo o órgão de registros, um motor como um princípio não pode mais ser patenteado. Da mesma forma, uma relação diâmetro-curso específica não é protegível, o que facilita os ‘copiadores’.

Apenas uma nova solução técnica especial pode ser publicada como patente, como exemplo, a tecnologia Shift Cam da BMW. Então, em princípio, uma nova solução técnica deve ser precedida de uma realização inventiva. Novidades corriqueiras não são patenteáveis…

Design também tem sua linha de “liberdade”

Além da parte mecânica, alguns fabricantes chineses também adotam claramente partes do design de modelos premium europeus. E nessa busca por adornar seu próprio produto com o charme dos modelos grandes, algumas motos ficam com a “cara” de modelos da Ducati, por exemplo…

Novamente, segundo o Escritório Alemão de Marcas e Patentes, um novo projeto de motocicleta pode, em princípio, ser registrado para proteção. No entanto, um desenho semelhante, “inspirado” pode não ser uma cópia nos exatos moldes e características técnicas.

A impressão geral do design deve diferir do design existente. No entanto, definir quando um novo design viola um design já protegido é difícil e demorado. Além disso, o tempo máximo para proteger um desenho é de 25 anos.

No entanto, quando se trata de logotipos de marcas, as “Marcas registradas”, símbolos e nomes de modelos estão – quase não há liberdade. A BMW pode, por exemplo, processar uma empresa com um logotipo que se pareça com a tradicional “hélice alemã”.

Fonte:https://www.motonline.com.br/noticia/motos-chinesas-porque-alguns-copiam-e-impunemente/

Inscreva-se em nosso Canal no YouTube: The Riders e conheça histórias incríveis do mundo biker!

Notícias relacionadas

Kawasaki anuncia exposição do 70º aniversário no Kawasaki World Museum

Marcelo Nunes

Italjet Dragster 500GP, scooter ou moto?

Marcelo Nunes

VAZADO: A primeira moto esportiva de classe de litro da China parece um pouco desanimadora

Marcelo Nunes

Deixe um comentário