fbpx
The Riders Histories
Mundo Speed Riders-Speed

Nova geração da Suzuki Hayabusa chegará em agosto

Esportiva-turismo deverá estar nas lojas na segunda quinzena com três opções de cores e preço sugerido de R$ 124.500

A nova geração da Suzuki GSX-1.300 R Hayabusa foi apresentada aos mercados do mundo em fevereiro do ano passado e agora já tem já tem data certa para chegar ao Brasil.

 A moto vai desembarcar por aqui na segunda quinzena de agosto com três opções de cores: preta, prata e branca. O valor sugerido para a superbike, sem o frete, é de R$ 124.500.

Esse valor está dentro do “gap” que sugerimos também lá em maio, quando falamos em algo entre R$ 120.000 e R$ 140.000. E, também, abaixo do pedido pela única roival à altura no mercado brasileiro, a a BMW R 1.250 RT, de R$ 203.900. Aqui vale reforçar que a Hayabusa não é exatamente uma superbike que rivaliza com Kawasaki Ninja ZX-10R ou Honda CBR 1.000 RR-R Fireblade SP: essa função cabe à Suzuki GSX-R 1.000 R – essa, sim, uma legítima superbilke.

Mudanças profundas

Em relação ao modelo anterior, essa terceira geração passou por uma boa repaginada visual – mas sem perder sua essência -, e recebeu muitos aprimoramentos mecânicos e eletrônicos.

O motor de quatro cilindros com 1.340 cm³ é o mesmo da linha anterior, mas agora tem 190 cv de potência a 9.700 rpm e 15,3 kgf.m de torque a 7.000 rpm. Na geração anterior, o mesmo propulsor gerava 197 cv e 16,8 kgf.m. A discreta redução nos números decorre de ajustes e calibragens para atender às atuais leis de emissões de poluentes.

Apesar disso, a moto segue imponente e nervosa. Prova disso é a marca de zero a 100 km/h, que agora é atingida em 3,2 segundos, contra 3,4 segundos da antecessora mais potente. Isso mesmo tendo engordado 14 quilos no peso total, que agora fica em 264 quilos.

Hayabusa também ganhou iluminação full-LED e eletrônica com painel parcialmente em TFT, unidade de medição inercial (IMU) de seis eixosABS e controle de tração atuantes em curvasmodos de condução e os necessários controles de largada, de velocidade, de partida em rampas e de assistência em declives, entre outros.

As suspensões dianteiras invertidas agora são da Kayaba, a traseira é do tipo monochoque com link, os freios dianteiros passam a ser Brembo Stylema e os novos pneus são Bridgestone Battlax Hypersport S22 especialmente desenvolvidos para ela. Não é pouca coisa, não!

Confira abaixo um vídeo que conta a história de 28 anos da Hayabusa:

Fonte: https://www.webmotors.com.br/wm1/motos/nova-geracao-da-suzuki-hayabusa-chegara-em-agosto

Notícias relacionadas

Kawasaki Z900 RS

The Riders

Acelere na Ilha de Man.

The Riders

The Riders confiram a abertura do MotoGP 2019.

The Riders