fbpx
The Riders Histories
Notícias

A CFMoto lança um poderoso importador. nós tentamos todos eles

A marca chinesa CFMoto inicia uma nova etapa no nosso país com a ajuda do grupo Pierer Mobility (leia-se KTM, Husqvarna, GasGas ) que será o seu distribuidor a partir deste ano. Uma fase interessante que vai assistir ao aparecimento de novos modelos impulsionados pela sua associação ao grupo austríaco.

Uma relação simbiótica costuma dispensar ótimos resultados. Definida como a associação íntima entre organismos de diferentes espécies para obter benefício mútuo em seu desenvolvimento vital, esse tipo de relação atinge áreas além do meramente biológico.

E o caso em questão é um exemplo perfeito desse tipo de colaboração .

Há alguns anos, não muitos desde que a história começou em 2013 , a gigante chinesa mantém contato com a marca austríaca KTM . Primeiro como importadores para o mercado asiático e depois como parceiros industriais .

Esta aliança teve consequências colaterais para os mercados europeus, pelo que, a partir deste ano, a Pierer Mobility será responsável pela importação e distribuição dos modelos CFMoto nos mercados alemão, austríaco, suíço, britânico e espanhol.

Isto significa que o grupo tem uma nova marca de introdução em todos estes mercados para competir a níveis mais acessíveis em troca de colaborar no desenvolvimento dos futuros modelos da CFMoto. Quid pro quo.

Por ocasião do anúncio da nova importação, a marca organizou uma estreia em que pudemos testar a sua atual gama que inclui desde a pequena 300 até às últimas adições de 800 cc nascidas da sua relação contratual.

Uma ocasião perfeita para colocar em prática o slogan da marca “Experience More Together” , algo como experimentar mais juntos. E foi isso mesmo que fizemos, percorremos as estradas que serpenteiam por cima da zona de Almeria no deserto de Tabernas.

Dessa experiência deixamos-lhe aqui um breve resumo de cada modelo, no qual deverá ter em conta uma consideração ; No fecho destas linhas, os dados fornecidos pela marca eram ainda algo provisórios e os preços para o nosso país ainda não tinham sido estabelecidos.

300SR

Este pequeno desportivo é o passo de entrada na gama chinesa para os fãs mais incisivos. Vestida de fibras com linhas agressivas , sua ergonomia não é radical , graças ao guidão clip-on que não é excessivamente baixo, assento a apenas 780 mm do solo e apoios de pés altos, mas sem exageros. Tem um monocilíndrico de 292 cc que dá prioridade à aceleração e oferece uns bons 28 CV, bem manejáveis ​​graças à sua embraiagem deslizante.

Na sua parte ciclística, destaca-se um quadro tubular com forquilha invertida de 37 mm e um monoamortecedor simples . A frenagem depende de um único disco dianteiro de 292 mm com pinça radial , apoiado por um pequeno rotor traseiro de 220 mm . Tem ABS . Rodas de liga leve e 17” permitem a montagem de pneus 110/70 e 140/60 respectivamente.

E no que diz respeito aos equipamentos, o 300SR chega bem equipado com faróis de led e um ecrã TFT (com conectividade) que permite escolher dois displays diferentes consoante o modo de condução escolhido .

EU IA

Potência: 28CV

Cartão: A2

Peso: 165kg.

300CL-X

Também neste caso encontramos um modelo de acesso à gama, especificamente à família CL-X . Partilha boa parte dos seus componentes com a sua irmã 300SR de tal forma que vemos o mesmo quadro, suspensões e travões como no caso do desportivo , só que no mais pequeno do CL-X tudo isto está vestido de um estilo nu entre o clássico e o moderno , um neoretro venha.

Ainda mais leve que a versão R – 10 quilos a menos -, este 300 traz a mesma motorização e equipamentos igualmente similares , quadro em TFT, faróis em led e farol característico que segue a linha de design da saga CL-X.

EU IA

Potência: 28 cv

Cartão: A2

Peso: 155kg.

650NK

Este naked de peso médio mostra um design um tanto ultrapassado pelo tempo . Ainda assim, deparamo-nos com um modelo simples mas solvente , esteticamente segue as últimas tendências enquanto mecanicamente se mantém ancorado nas décadas passadas. Mas, como comentamos, isso não é obstáculo para que sua resposta seja eficaz e agradável tanto no nível do motor quanto da bicicleta.

Vejamos, sua mecânica bicilíndrica em linha de 649 cc com cabeçote DOHC, refrigerado a líquido, é capaz de entregar 56 CV que dá muito de si. O melhor é a forma de os entregar, de forma muito progressiva e com quase total ausência de vibrações . Não espere um comportamento explosivo, mesmo no topo do conta-rotações, mas em vez disso, você desfrutará de um impulso uniforme e sem lacunas ao longo da curva.

O 650NK é muito confortável, ergonomicamente bem resolvido, você pode fazer quilômetros sem se sentir cansado, permite que você se mova com facilidade e agilidade na direção esportiva e sofrerá como qualquer outro nu se aventurar na rodovia ou rodovia para fazer longas viagens em altas velocidades.

Ao nível da bicicleta cumpre honestamente com suspensões equilibradas que privilegiam o conforto sem avariar se as exigir e sobretudo com calçado que é uma garantia, alguns Pirelli Angel GT que garantem um excelente comportamento . A frenagem também cumpre mais do que corretamente, com uma mordida mais progressiva do que poderosa .

Seu peso de 206 kg em ordem de marcha é talvez um pouco alto , mas apesar disso não diminui a agilidade ou manobrabilidade excessivas. E claro vem equipado com tela colorida TFT de 5” e luzes led .

EU IA

Potência: 56 CV

Cartão: A2

Peso: 206kg.

650GT

Construído na mesma base do 650NK, este sport-touring tem carroceria mais completa e para-brisa alto , regulável em 60 mm, o que tornará as viagens longas mais confortáveis. O seu assento adapta-se a todos os tamanhos graças aos seus 795 mm acessíveis e ao seu peso, embora um tanto elevado – 226 kg – não oferece muitas complicações nas manobras.

Tem aqueles pequenos detalhes que se espera de um grande viajante, porta USB e tomada 12 V ou um ecrã TFT de 5”.

De resto, as suspensões KYB , os travões J.Juan com ABS Continental de duplo canal e a iluminação full-led completam o conjunto deste GT.

EU IA

Potência: 56 CV

Cartão: A-2

Peso: 226kg.

700CL-X Sport

Este esporte de estilo neoretro pisa o asfalto com mais solvência e está colocado um degrau acima de sua irmã CL-X Heritage. Focada em uma direção mais esportiva, esta versão da família 700 possui guidão clip-on com espelhos nas extremidades e banco tipo monolugar , embora tenha pedaleiras para um eventual e sofrido passageiro.

A mecânica é a mesma das suas congéneres Heritage e Adventure, pelo que utiliza o conhecido bicilíndrico em linha de 692 cc e 70 CV equipado com uma embraiagem deslizante com eletrónica que oferece dois modos de condução e controlo de velocidade . Compartilha também quadro tubular e suspensão KYB regulável , mas em termos de freios e rodas faz a diferença.

Em virtude de sua abordagem puramente esportiva de asfalto, ele opta por usar rodas de 17” em ambos os trens, calçadas com pneus Maxxis de corte de corrida . E quando se trata de freios, mire alto com um conjunto dianteiro de discos de 300 mm mordidos por pinças radiais Brembo Stylema.

EU IA

Potência: 70HP

Cartão: A-2

Peso: 213kg.

Herança 700CL-X

Estilo clássico nu com toques de vanguarda. Essa seria a descrição mais precisa deste modelo, um cruzamento entre uma motocicleta prática para todos os dias e uma semi-esportiva com desejo de aventura . Com guidão largo , mas sem exageros, assento em altura média – 800 mm – e apoios para os pés levemente elevados , a Heritage oferece uma ergonomia um tanto quanto peculiar.

Uma vez adaptado a esta configuração, é cómodo e permite enfrentar o percurso com um misto de conforto e uma posição de ataque muito particular.

Com a mesma base mecânica do CL-X Sport, esta versão continua a lidar com um motor que tem as suas melhores virtudes na gama média . Abaixo não é excessivamente brilhante e acima, de cerca de 6.000 experimenta uma entrega repentina de energia que se esgota da mesma maneira. Acima não há muito mais.

Dinamicamente é ágil e eficaz nas mudanças de suporte e bastante estável , com suspensões que cumprem mas não gostam de brusquidão excessiva. A base é firme com uma combinação de rodas de liga leve dianteiras de 18” e traseiras de 17” calçadas com pneus mistos Pirelli MT60 RS.

Como membro da família X, apresenta as características endémicas desta gama, um farol redondo com invólucro em forma de X, um painel de instrumentos LCD de mostrador único, tampas laterais em alumínio, um depósito de 13,5 litros e bancos revestidos a pele.

EU IA

Potência: 70HP

Cartão: A-2

Peso: 204kg.

Aventura 700CL-X

A última versão da família CL-X é esta peculiar Adventure, uma evolução com tendências um pouco mais offroad . Este modelo partilha quadro, motor, suspensões e alguns outros componentes com o Sport e o Heritage mas segue um caminho completamente diferente, temperado com uma série de elementos que lhe abrem outros caminhos.

Em comparação com a Heritage, o modelo com o qual mais se assemelha, esta Adventure apresenta um guidão muito mais largo , quase exagerado, além de um pequeno para-brisa que oferecerá proteção contra as intempéries e um para-lama dianteiro longo e alto .

Outros elementos distintivos são os suportes para instalação de malas laterais semi-rígidas (opcional) e algumas pegas que sobressaem da extremidade do assento para o passageiro se segurar.

De qualquer forma, o elemento determinante desta versão são as suas rodas. Combinando uma dianteira de 18″ com uma traseira de 17″ , neste caso optamos por rodas raiadas equipadas com pneus trail knobby , alguns Pirelli Scorpion Rally.

Com tudo isto, o seu comportamento não está muito longe do observado no Património, exceto que neste caso o seu calçado permite-lhe aventurar-se por terra com um pouco mais de garantias .

EU IA

Potência: 70HP

Cartão: A-2

Peso: 211kg.

Esportes 800MT

As últimas novidades no catálogo da CFMoto são esta 800MT Sport e a sua gémea 800MT Touring , dois trilhos com cor de asfalto que se posicionam em passos consecutivos. No degrau mais baixo encontramos este Sport, um modelo que, como sua irmã, não esconde suas origens KTM .

O coração austríaco deste elegante asiático é o conhecido LC8c, um bicilíndrico em linha que conta com injeção Bosch, acelerador eletrônico e dois modos de condução -Sport e Rain-, além de embreagem deslizante .

Quanto à parte da bicicleta, destaca-se uma estrutura tubular de aço com amortecedores KYB totalmente ajustáveis, freios J.Juan e a competição de um sistema ABS em curva. Entretanto, um dos aspectos que o diferencia do seu homólogo Touring são as jantes, neste caso compostas por jantes de liga leve de 19″ e 17″ com pneus Maxxis Maxxventure nas medidas 110/80 e 150/70.

Quanto aos seus equipamentos, chega bem equipado para viagens longas, graças a informações completas oferecidas por sua tela TFT de 7″ com conectividade Bluetooth , controle de cruzeiro , tela ajustável , tanque de 19 litros , barras de proteção laterais e suportes para instalação de malas .

EU IA

Potência: 91HP

Cartão: A2

Peso: 231kg.

800MT Touring

Expressão máxima da gama CFMoto para o momento, este trilho de asfalto repete a fórmula utilizada pela versão Sport mas usa outras artimanhas para se distanciar e oferecer uma abordagem algo diferente. Nesse caso, ele tenta priorizar sua condição de aventura, mas sem se posicionar de fato em um terreno claramente off-road.

Vamos ver. É claro que o grande diferencial da MT800 Sport são as rodas, com raios anodizados dourados neste caso. Algo levaria a pensar que tenta oferecer uma melhor resposta no terreno. Sim e não.

Ou seja, as rodas raiadas vão suportar melhor as irregularidades do terreno , mas tanto as medidas idênticas às usadas no Sport – quanto o tipo de pneu – o mesmo Maxxis – nos deixam em uma situação mais confortável no preto do que no marrom.

A mudança da CFMoto visa mais realçar as qualidades touring do Touring do que o seu espírito selvagem.

Para isso, introduz neste modelo alguns elementos que melhoram o seu desempenho na hora de realizar uma viagem . É o caso do amortecedor de direção ou do quickshifter bidirecional , componentes que, embora não sejam estritamente necessários para viagens longas, ajudam em uma direção um pouco mais esportiva. Uma vertente que o Touring admite sem problemas com boa resposta, embora não seja o seu ponto forte.

Quanto mais roteadores valorizarem muito mais detalhes, como monitoramento da pressão dos pneus, controle de cruzeiro ou componentes simples, mas eficazes, como protetores de mão, placa antiderrapante ou cavalete central.

Em movimento, este 800MT Touring oferece uma posição confortável, grande manobrabilidade e acesso relativamente confortável para quase todos os tamanhos. Você pode alcançar bem o solo com uma perna se tiver cerca de 170 metros de altura, a proteção do para-brisa (ajustável por meio de botões) é boa e o assento é confortável em corridas longas.

Seu motor empurra bem por baixo e permite esticá-lo sem problemas . Sua resposta é sempre suave e contundente , enquanto as suspensões trabalham docemente , priorizando o conforto mas pecando um pouco mole se o ritmo corre solto. Quanto aos freios, funcionam perfeitamente, potentes e com boa capacidade de dosagem.

ABS só entra em ação quando deveria, embora a traseira tenda a disparar ao menor indício.

Nas sinuosas estradas a norte do Cabo de Gata, o Touring mostrou muito boas maneiras nas transições de apoio, ágil e rápido, muito intuitivo. Talvez seu peso penalize em algum momento e suas geometrias não sejam tão radicais como no caso de uma KTM. Mas não estamos tão longe.

A conclusão é clara, se, como é inevitável, tivermos a KTM 790 Adventure como referência no nosso horizonte . A 800MT Touring é precisamente isso, um modelo mais virado para o turismo, não tão regata e com menos capacidade e tendência para sair do asfalto , mas muito bem equipada para viajar sem compromissos.

EU IA

Potência: 91HP

Cartão: A2

Peso: 231kg.

Quem é CF Moto?

La, relativamente, joven marca china se fundó en 1989 y desde entonces se ha dedicado a desarrollar y fabricar motocicletas, vehículos todo terreno, vehículos utilitarios, motores, repuestos, engranajes y accesorios , que se distribuyen a través de más de 3.000 puntos de venta em todo o mundo.

Sua equipe de pesquisa e desenvolvimento conta com mais de 200 funcionários em cinco países e detém mais de 540 patentes registradas.

Além disso, desde o início de seu relacionamento com a KTM em 2013, eles deram passos muito importantes, sem ir mais longe, eles criaram uma fábrica conjunta que começou a operar em 2021. A partir desta nova fábrica, espera-se atingir um faturamento anual produção de 35.000 veículos por ano até o final do ano de 2023.

Inscreva-se em nosso Canal no YouTube: The Riders e conheça histórias incríveis do mundo biker!

FONTE: https://solomoto.es/nuevo-importador-cfmoto/

Notícias relacionadas

Honda CB 500F 2024: ficha técnica, preço e itens de série

Marcelo Nunes

Motos Mais Econômicas de 2024: Lista de Consumo por Modelo

Marcelo Nunes

Economize na Estrada: Motos Baratas em 2024!

Marcelo Nunes

Deixe um comentário