fbpx
The Riders Histories
Notícias

Confirmado – Suzuki GSX-8R confirmada para 2024

A Suzuki recentemente solicitou o registro de uma nova sigla para nomear um de seus modelos para o próximo ano.

A nova Suzuki GSX-8R estará pronta para 2024, ou pelo menos é essa a intenção da marca japonesa após registrar a sigla no escritório de homologação suíço. Em qualquer caso, é algo que esperávamos há muito tempo, visto que hoje a maioria das marcas líderes desenvolveram um modelo desportivo derivado diretamente do seu chassis nu.

A Yamaha tem a YZF-R7 em suas fileiras, enquanto a Aprilia faz o mesmo com a RS660. Também há rumores de uma versão esportiva da atual Hornet 750, e no Extremo Oriente não há fim para o desenvolvimento de modelos desse tipo para competir com as motos líderes da categoria.

Como ouvimos do grupo de Bennetts, a Suzuki apresentou documentos de homologação UN-ECE para que o modelo fosse homologado na Europa continental e no Reino Unido. Estes documentos referem-se a uma nova designação comercial, GSX800 (8R), bem como a uma segunda designação para uma variante limitada do atual A2, GSX800U (8R).

Nestes documentos a que tivemos acesso, confirma-se que ambas as versões seriam equipadas com a unidade de potência atualmente utilizada pelo GSX-8S. O motor de 776 cc refrigerado a água com 6 velocidades e 6 relações é o motor usado no GSX-8S. As dimensões finais são 84,0 mm x 70,0 mm, enquanto a taxa de compressão é 12,8:1. No total, ele pode entregar 83 cv a 8.500 rpm e torque máximo de 78 Nm a 6.800 rpm.

Porém, e confirmando a teoria de uma moto completamente nova, a futura GSX-8R aprova alguns dos seus números com dados diferentes da versão nua. Por exemplo, a velocidade máxima é de 215 km/h, em comparação com 210 km/h do GSX-8S. O mesmo vale para a variante A2; enquanto o modelo esportivo atinge velocidade máxima de 174 km/h, sua irmã pelada atinge velocidade máxima de 170 km/h.

Esta variação se deve principalmente à inclusão de uma carenagem, com a distância entre eixos geral e as dimensões da distância entre eixos do GSX-8S permanecendo inalteradas. O que muda é a largura, agora 770 mm, e a altura, 30 mm maior que a versão bare. Da mesma forma, o peso final sobe para 205 kg, três kg a mais que o GSX-8S.

Caso contrário, não são esperadas grandes mudanças na futura Suzuki GSX-8R. Freios, suspensão ou elementos principais do chassi seriam compartilhados com a variante roadster. Resta saber se serão mantidos os equipamentos de iluminação que atualmente caracterizam as motos naked da Suzuki, com faróis duplos. Também não se sabe se ele virá com carenagem completa ou apenas frontal.

Todas estas dúvidas serão esclarecidas nas próximas semanas e é muito provável que, à medida que nos aproximamos do próximo EICMA 2023, tenhamos acesso a novas informações sobre este assunto.

Notícias relacionadas

Vazamentos de design do Royal Enfield K1D Power Cruiser – para obter o motor Himalayan 450cc

Marcelo Nunes

Honda CB400F/X reveladas no Salão Automóvel de Xangai

Marcelo Nunes

Capacete de Moto, Realidade Aumentada? Yamaha Surpreende

Marcelo Nunes

Deixe um comentário