fbpx
The Riders Histories
Riders Custom

Conheça melhor a Harley-Davidson Nightster Special

Uma das novidades da marca para este ano, modelo tem vocação de uso urbano, mas também resolve em viagens curtas

Uma das novidades da Harley-Davidson já confirmadas para o mercado brasileiro este ano – a pré-venda começa em breve, por R$ 111.900 – , a Harley-Davidson Nightster Special é uma moto voltada para o uso urbano. Mas também vai resolver o problema de quem busca uma custom de cilindrada média/alta para viagens curtas.

E falamos viagens curtas porque as características da Nightster se assemelham às das antigas Sportster. Ou seja, conforto não é exatamente seu ponto forte: os bancos para piloto e garupa têm dimensões enxutas, as pedaleiras para ambos são do tipo palito, o guidão é relativamente curto e não há encosto para garupa ou alforjes/baús, por exemplo.

Claro que esses acessórios – assim como pedaleiras plataforma e guidão mais alto – logo poderão ser facilmente encontrados tanto nas concessionárias quanto no mercado paralelo. Mas aí será preciso ter mais disponibilidade financeira.

Especificações técnicas da Harley-Davidson Nightster Special

O tanque da Nightster leva 11,7 litros. Com um consumo prometido na casa dos 22 km/l, em média, a moto deve ter uma autonomia de cerca de 250 quilômetros. É um alcance já bastante bom, mas é sempre bom lembrar que consumo sempre depende de vários fatores – mão do piloto, peso, velocidade média, percurso etc.

Por isso, também, que a Nightster é, em teoria, uma moto para tiros curtos. Mas vale lembrar que muita gente já viajou para muito longe de Sportster – então roteiro e distâncias são mais questões de planejamento e disposição do que de limitações técnicas.

Com 2,26 m de comprimento e 1,54 m de entre-eixos, a Nightster tem um certo jeitão “cruiser” baixo e comprido. Mas não é uma moto tão volumosa quanto, por exemplo, a Breakout.

O banco fica a apenas 71,5 cm do solo, o que facilitará a vida de pilotos de baixa estatura. Não é preciso ser “pernalonga” para manobrar ou parar. Mas cuidado nos quebra-molas e valetas: a parte de baixo da moto está a apenas 12 cm do solo. O peso também ajuda: são 225 quilos em ordem de marcha – nada demais.

Que comprar a Nightster também não passará por um drama frequente entre os proprietários de alguns modelos médios e grandes vendidos no país. Os “calçados” de medidas 100/90 R19 na frente e 150/80 R16 atrás são bem fáceis de achar. As rodas são de liga leve e os pneus não exigem câmaras.

Motor forçudo

O motor da Nightster Special é novinho em folha. Trata-se do Revolution Max, aquele mesmo da Pan America, mas com tamanho um pouco reduzido. Na Big trail são 1.250 cm³, e aqui são 975 cm³ – sempre refrigerado a água.

Nesta custom, são 90 cv de potência com torque de 9,5 kgf.m. Ou seja, há força de sobra e recomendamos que os iniciantes segurem a mão direta para não avançar o semáforo. A transmissão tem seis marchas com secundária por correia, como de hábito nas Harley-Davidson custom.

Nas suspensões, temos modernidades em relação às Harley mais antiguinhas. A dianteira tem garfos japonese Showa com 41 mm de diâmetro e a traseira é a tradicionalíssima bichoque com ajuste na pré-carga. Os freios também são comuns: discos simples na frente e atrás, com ABS.

Mas a Nightster tem algumas modernidades interessantes. Além do ABS, vem com controles de tração, de derrapagem para torque de arrasto e monitoramento de pressão dos pneus. E, ainda, três modos pilotagem – estrada, esportivo e chuva.

Harley-Davidson Nightster Special: painel pequeno, mas completinho

Quer mais? a iluminação, por exemplo, é full-LED. E o painel de instrumentos, ainda que seja apenas um mostrador redondinho modesto preso à mesa superior, é uma telinha de TFT de 10,2 cm de diâmetro com muitas informações.

Exibe velocímetro, indicador de marchas, hodômetros total e dois parciais, nível de combustível, relógio, temperatura ambiente, alertas de baixa temperatura, cavalete lateral abaixado e de tombamento, velocidade de cruzeiro, autonomia e conta-giros.

E ainda permite emparelhamento de celular via Bluetooth para acesso a chamadas telefônicas, música e navegação – nesse caso, o smartphone deverá ter um aplicativo específico da Harley-Davidson. Ali do lado, há uma tomadinha USB-C para carregar dispositivos. A moto será vendida em quatro opções de cores: preta fosca, preta brilho, azul ou amarela.

Posicionamento no mercado

Com esse preço de R$ 111.900, a Nightster não escapa do momento atual da Harley-Davidson no Brasil – que voltou a ser “moto para ricos”. Por isso, pelo menos em seus primeiros anos no país, não atingirá o mesmo público que as antigas Sportster – a última vendida no Brasil, a Iron, custava pouco mais da metade.

Porém, nessa faixa de cilindrada no segmento custom a Nightster vai reinar sozinha. Não há concorrentes ali, e nem há sinal de quem alguma virá. Neste momento só temos a Kawasaki Vulcan 650 S, na faixa dos R$ 50 mil, e no segundo semestre virá a Royal Enfield Super Meteor 650, na casa dos R$ 35 mil.

Com ambas distantes, a Nightster será a opção para quem busca uma custom na faixa das mil cilindradas. E tem disponibilidade financeira para desfilar com a marca americana.

Fonte: https://www.webmotors.com.br/wm1/motos/conheca-melhor-a-harley-davidson-nightster-special

Notícias relacionadas

Harley-Davidson X440; Versões e preços de lançamento

Marcelo Nunes

Hyosung Bobber GV300S: Estilo Americano com Atitude!

Marcelo Nunes

Harley-Davidson Fat Boy 114 2023: ficha técnica, preço e itens de série

Marcelo Nunes

Deixe um comentário