fbpx
The Riders Histories
Mundo SpeedRiders-Speed

Ducati aberta à ideia de desenvolver elétricas de pequena capacidade

Atualmente a Ducati tem uma parceria com a Super Soco, que aliás lhe fornece as scooters elétricas que usa no paddock do MotoGP.  Mas a marca de Bolonha está disposta a ir além disso, em termos de veículos elétricos de pequena cilindrada.

Apesar de ser a última das grandes marcas europeias a entrar neste mercado, o chefe de vendas e marketing da Ducati, Marco Biondi, deu a entender o interesse da empresa em produzir motos elétricas no segmento de menor cilindrada.

Embora a Ducati seja conhecida por produzir motos grandes e potentes, a empresa reconhece que existe um mercado crescente para motos de baixa cilindrada e económicas. Na verdade, BMW, Triumph, KTM, MV Agusta e até a Harley Davidson, já se uniram a parceiros para produzir veículos elétricos de baixa capacidade.

Durante uma entrevista recente, Biondi revelou que a Ducati vê potencial em certos tipos de veículos elétricos e que a empresa pode eventualmente, fabricar os seus primeiros veículos elétricos de duas rodas. Segundo Biondi, a Ducati acredita que haverá mercado para motos e scooters VE de 35kW (47,5cv) e até 11kW (15cv).

No entanto, Biondi também alerta que isso não acontecerá tão cedo, pois depende da rapidez com que os níveis de capacidade das baterias aumentarem, acrescentando que, por enquanto, a Ducati está focada principalmente na MotoE, o que ajuda a empresa a aprender muito sobre a tecnologia elétrica. Enfatizou ainda que a tecnologia ainda não atingiu o grau de desenvolvimento necessário, salientando que as motos elétricas precisam de ser leves e ter autonomia de 250 km para fazerem sentido.

Inscreva-se em nosso Canal no YouTube: The Riders e conheça histórias incríveis do mundo biker!

FONTE: https://motomais.motosport.com.pt/motos/ducati-aberta-a-ideia-de-desenvolver-eletricas-de-pequena-capacidade/

Notícias relacionadas

Suzuki Hayabusa 2024: Preços, Consumo e Ficha Técnica

Marcelo Nunes

Moto elétrica bate recorde de velocidade

Marcelo Nunes

Honda CBR600RR 2024: Tecnologia da MotoGP

Marcelo Nunes

Deixe um comentário