fbpx
The Riders Histories
Mundo SpeedRiders-Speed

Ducati pede confiança a Martín e nega interferir na briga pelo título: “Depende deles”

Chefe da Ducati Corse, Gigi Dall’Igna avaliou que Jorge Martín tem condições de recuperar os 37 pontos de vantagem que Francesco Bagnaia tem em relação a ele na classificação da MotoGP. O dirigente afirmou que, enquanto estiver no comando, todos os pilotos terão motos competitivas

Chefe da Ducati CorseGigi Dall’Igna garantiu que não vai interferir na disputa entre Francesco Bagnaia Jorge Martín pelo título de 2023 da MotoGP. O dirigente assegurou que, enquanto estiver no comando, todos os pilotos terão motos em condição de brigar.

Martín aproveitou muito bem o revés de Bagnaia com o forte acidente no GP da Catalunha e conseguiu recuperar 26 pontos em relação ao italiano na classificação do Mundial de Pilotos. Na visão de Dall’Igna, porém, o impacto no saldo de Pecco não foi tão grande quanto poderia ter sido.

“Jorge é um piloto capaz de vencer, mas os pontos que Pecco poderia ter perdido, potencialmente, poderiam ter sido muitos mais”, disse Dall’Igna ao jornal italiano La Gazzetta dello Sport. “Para mim, ele perdeu muitos poucos pontos em comparação com o que seria normal”, seguiu.

Agora, Bagnaia tem 36 pontos de vantagem para Martín, o que significa menos de um fim de semana, já que, com a corrida sprint, 37 tentos estão em jogo a cada etapa.

Apesar de ver Bagnaia defender o título que conquistou no ano passado, Dall’Igna nega favorecer ao italiano e assegura que, enquanto comandar a Ducati Corse, todos os pilotos terão o melhor equipamento.

“Enquanto eu estiver aqui, sempre darei aos meus pilotos a melhor moto para que disputem os postos que merecem. Então, dependerá deles. Creio que o clima de confiança que existe hoje na Ducati é um dos componentes que nos levou tão longe”, avaliou. “Se tivéssemos fé uns nos outros, não estaríamos aqui. Então quero que Martín siga tendo fé na Ducati e que confie em mim”, pediu.

Dall’Igna avaliou, ainda, que Martín pode descontar a vantagem de Pecco, lembrando, inclusive, a reação do italiano no ano passado.

“A palavra impossível não existe. No ano passado, recuperamos 91 pontos, mas eram 25 por corrida. Agora, são 37, então…”, ponderou.

Além de Bagnaia e Martín, a briga pelo título tem também Marco Bezzecchi não muito distante. Com três pilotos da marca, envolvidos, Gigi espera que o clima na equipe não seja impactado.

“É preciso ser suficientemente inteligente para distinguir o que acontece na pista do que se passa no mundo real. Sempre existe o risco de que algo extrapole, mas espero que não seja assim”, declarou. “No momento, é muito agradável trabalhar com eles. O mero fato de que um não é inimigo do outro já dá tranquilidade”, concluiu.

Com 160 pontos conquistados, Aleix ocupa a 5ª posição no Mundial da MotoGP e se vê atrás de Brad BinderMarco BezzecchiJorge Martín Francesco Bagnaia, que lidera. A próxima etapa da categoria está programada para o dia 24 de setembro, com o GP da Índia.

FONTE:https://www.grandepremio.com.br/motogp/noticias/ducati-pede-confianca-jorge-martin-nega-interferir-briga-pelo-titulo-depende-deles/

Notícias relacionadas

Kawasaki ZX-4R: Revelação do Novo Preço

Marcelo Nunes

Motor: nova Fireblade pode ‘se inspirar’ em Ducati famosa?

Marcelo Nunes

MOTOGP, MATTEO FLAMIGNI: “BEZZECCHI É METÓDICO E METICULOSO COMO ROSSI”

Marcelo Nunes

Deixe um comentário