fbpx
The Riders Histories
Notícias

Essas bicicletas são confundidas com motos de tão rápidas!

O mercado de bicicletas elétricas oferece modelos que já conseguem bater de frente em velocidade e em facilidade de condução com veículos à combustão. Por isso, confira algumas dicas!

1. Engwe M20

A Engwe é uma marca chinesa que lança bicicletas e motos elétricas com o papel de oferecer boas oportunidades para o mercado em crescimento. A M20 é uma bicicleta elétrica com um potente motor de 48V e 1.000W. A bike tem duas baterias removíveis com até 75km de autonomia.

A bike consegue chegar à velocidade máxima de 45km/h, uma entrega bem parecida com as motos. O tempo de carregamento de 5 horas por bateria com sistema de transmissão Shimano de 7 marcas com muita qualidade para rodar nas cidades.

A M20 é bastante equipada com suspensões duplas, – Pneus 20×4.0 All Terrain Fat e luzes traseiras e duplas. O preço fora do Brasil é de 1.500 dólares, com um valor para além dos 10 mil reais nas cotações atuais.


2. Calor e-Vibe City Tour

A Caloi e-Vibe é uma das líderes de mercado de motos no Brasil, trazendo alta tecnologia para uma moto de uso diário nas cidades. O quadro de alumínio 6061 tratado conta com uma boa firmeza de condução e guidão reforçado.

A bicicleta da Caloi tem garfo Silver TK de alta estabilidade, passadores de câmbio Shimano Altus e autonomia de até 185km no modo econômico. O preço sugerido no Brasil é de 20 mil reais nos modelos novos.


3. Sense Breeze

A Sense Breeze é uma bicicleta bastante estilosa, trazendo uma construção de quadro em alumínio 6061 com bateria integrada no estilo down tube. Construída para o cenário urbano, a bicicleta elétrica conta com lanterna e sinalizador traseiros, além dos freios a disco.

A moto da Sense tem o câmbio Shimano Altus de 8 velocidades para uma condução rápida nas cidades. A bateria bivolt tem autonomia máxima de 50km, a depender do modo de condução. O display Sense LCD tem 5 modos de controle para uma condução confortável.

Com uma força de motor e de estabilidade, a Sense Breeze consegue ser veloz e confortável, além da economia de energia. O preço sugerido no mercado brasileiro é de 10 mil reais.


4. Sense Easy

A Easy é outra bike da Sense, trazendo um quadro simples que não parece tanto uma moto, mas entrega uma boa performance. O motor dianteiro de 250W com rodas de aro 20” e bateria integrada de 36V dá boa velocidade de condução pelo preço médio de 8 mil reais.


5. Oggi Lite Tour E-500

A Oggi é uma marca que faz boas bicicletas elétricas para a condução nas cidades. A e-500 conta com câmbio Shimano de 8 velocidades, motor de 250W, 36 volts e 40 Nm de torque com ciclo-computador de 6 funções e 5 níveis de torque para facilitar a condução.

A bicicleta da Oggi Lite tem quadro de alumínio muito forte e uma capacidade de mobilidade que não perde nada para uma moto com motor à combustão, adequando-se às necessidades da pilotagem. O preço sugerido da moto é de 8.200 reais.


6. Lectric XP 3.0

A Lectric Bikes é uma marca que vem lançando bons produtos no mercado norte-americano. A XP 3.0 tem um visual bem parecido com uma scooter super simples, com motor de pico de 1.000W com até 65 milhas de autonomia de bateria.

Nesse sentido, a Lectric Bikes XP 3.0 traz um pedal com entrega de potência intuitiva e suave. O preço nos EUA é de cerca de mil dólares, o equivalente a mais de 5 mil reais nas cotações atuais.

Inscreva-se em nosso Canal no YouTube: The Riders e conheça histórias incríveis do mundo biker!

FONTE: https://motos2023.com.br/bicicletas-eletricas/

Notícias relacionadas

Nova XRE 300 e mais 4 motos que ainda serão lançadas em 2023

Marcelo Nunes

Moto Guzzi V85 TT já tem um clone chinês

Marcelo Nunes

Nova Fazer 150 2022 fica ainda mais sofisticada

Marcelo Nunes

Deixe um comentário