fbpx
The Riders Histories
Histórias

História da Honda CBX 750F: A Rivalidade a RD 350

Descubra a história e os detalhes da icônica CBX 750F “7 Galo” da Honda e sua rivalidade épica com a RD 350 no cenário das motocicletas brasileiras.

História da Honda CBX 750F: A Lenda “7 Galo” e a Rivalidade Épica com a RD 350

A Trajetória da CBX 750F: O Conto da Lenda “7 Galo”

A CBX 750F, reverenciada como “7 Galo” no Brasil e Seven-Fifty nos EUA, marcou época entre 1986 e 1994. O apelido “7 Galo”, com sua referência ao número 50, conectou-se profundamente com os entusiastas nacionais, ao mesmo tempo em que a máquina conquistava corações pelo seu poder e design.

O Legado da “7 Galo”: Amor e Fascínio pelas Gerações

Sob apelidos carinhosos como “7 Galo” e “Maverick das Motos”, a CBX 750F deixou uma marca indelével no coração dos brasileiros, tornando-se o desejo fervoroso dos aficionados por motocicletas na década de 80. Seu design singular e a sensação de ultrapassar os 200 km/h a tornaram uma verdadeira estrela na época.

Persistência da Lenda: O Fascínio Contínuo pela “7 Galo”

Mesmo nos dias atuais, a CBX 750F continua a ser desejada, provocando admiração pela sua raridade e elegância. A máquina persiste como um ícone, reunindo uma legião de fãs pelo mundo e estabelecendo padrões de qualidade e desempenho que ecoam nas motos contemporâneas.

Com as cores da equipe Honda, o modelo azul da CBX 750F ficou conhecida como Rothmans, em alusão há um grande patrocinador de equipes de corridas dos anos 80

Leia também:

Comparação Épica: CBX 750F vs. RD 350

A rivalidade lendária entre a “7 Galo” e a “Viúva Negra” (RD 350) foi o ápice da cultura motociclística no Brasil nos anos 80 e 90. Enquanto a “7 Galo” se destacava pela robustez e elegância, a RD 350 impressionava com sua agilidade e aceleração, desencadeando duelos épicos que marcaram uma era dourada para os entusiastas das duas rodas.

A Influência Duradoura: CBX 750F e RD 350 no Legado Motociclístico Brasileiro

O embate entre a “7 Galo” e a “Viúva Negra” não só definiu preferências pessoais, mas também moldou a cultura e o fascínio pelas motocicletas. Cada uma com suas características marcantes, essas lendárias motos deixaram um legado duradouro na história motociclística do Brasil, ecoando suas proezas e duelos nas estradas até os dias atuais.

Especificações técnicas da CBX 750F: Uma máquina imponente

  • Categoria: Sport Touring
  • Motor: Ciclo Otto, 4 Tempos
  • Configuração: 4 cilindros paralelos
  • Refrigeração: Ar/óleo
  • Cilindrada (diâmetro x curso): 747 cm³ (67 mm x 53 mm)
  • Comando de válvulas: DOHC, 16 válvulas
  • Alimentação/combustível: 4 carburadores CV Ø 34 mm – Gasolina
  • Sobrealimentação: Não
  • Taxa de compressão: 9.3:1
  • Potência: 91 hp a 9500 rpm
  • Potência específica: 121.82 cv/litro
  • Torque: 7.1 kgf.m a 8500 rpm
  • Relação peso/potência: 2.4 kg/hp
  • Bateria: 12 V 14 Ah
  • Ignição: CDI
  • Partida: Elétrica
  • Câmbio: Mecânico, 6 marchas
  • Embreagem: Multidisco em banho de óleo
  • Transmissão secundária: Corrente
  • Quadro: Berço duplo tubular em aço
  • Suspensão dianteira: Telescópica, Ø 39 mm, 150 mm
  • Suspensão traseira: Monoamortecedor, 115 mm
  • Freio dianteiro: Disco duplo, 280 mm, 2 pistões
  • Freio traseiro: Disco simples, 280 mm, 2 pistões
  • Pneu dianteiro: 110/90-16
  • Pneu traseiro: 130/80-18
  • Comprimento: 2146 mm
  • Altura: N/D
  • Largura: N/D
  • Entre-eixos: 1465 mm
  • Altura do assento: 830 mm
  • Vão livre: N/D
  • Peso seco: 218 kg
  • Consumo médio: 12.5 km/l
  • Tanque e autonomia: 22 L (275 km)
  • Reservatório de óleo: 3.5 L

Conclusão: A Eterna 7 Galo

A CBX 750F, ou “7 Galo”, sem dúvida permanecerá para sempre nos corações de entusiastas de motocicletas, seja pelos seus inconfundíveis roncos de motor, pela sua potência invejável ou pelo seu design lendário. Desde a sua produção no Brasil, a moto continua a ser adorada e reverenciada por motociclistas de todo o mundo, mostrando que, mesmo após tantos anos, a lenda da “7 Galo” vive.

FAQ – Perguntas Frequentes

1. Por que a CBX 750F é chamada de “7 Galo”?

O apelido “7 Galo” vem da troca do número 50 (do original Seven-Fifty) pelo termo Galo, que no jogo do Bicho representa este número. Assim, a moto ficou conhecida no Brasil como “7 Galo”.

2. O que significa “Maverick das motos”?

“Maverick das motos” é um apelido que a CBX 750F ganhou por ser um grande desejo de consumo na década de 1980, assim como o carro Maverick era.

3. A CBX 750F ainda é produzida?

A produção da CBX 750F no Brasil ocorreu entre 1986 e 1994. Desde então, a moto deixou de ser produzida, mas ainda mantém um legado forte entre os entusiastas de motocicletas.

4. Quais são as características técnicas da CBX 750F?

A CBX 750F possui um motor de ciclo Otto de 4 tempos, 4 cilindros paralelos, refrigeração a ar/óleo e uma cilindrada de 747 cm³. A potência é de 91 hp a 9500 rpm e o torque é de 7.1 kgf.m a 8500 rpm. A moto possui um câmbio mecânico de 6 marchas e uma embreagem multidisco em banho de óleo.

5. Por que a CBX 750F é tão importante para o mundo das motos?

A CBX 750F estabeleceu um novo padrão para as motocicletas de alta cilindrada, não só pelo design e tecnologia inovadores, mas também pelo desempenho e confiabilidade. Ela é vista como um ícone que moldou as gerações futuras de motocicletas.

Acesse nossas sessões Riders CustomRiders Speed, Riders TrailRiders ElétricaRiders Cross e fique ligado nas novidades! Moto

Notícias relacionadas

Teresinha Becher uma garupa de respeito

Marcelo Nunes

3 anos de Ajuricabas Moto Clube – Os rebeldes da Amazônia

KSI Tecnologia

Breve história da Lambretta

Marcelo Nunes

Deixe um comentário