fbpx
The Riders Histories
Notícias

Indústria: Grupo Piaggio vence batalha jurídica contra chineses

Grupo Piaggio: O Tribunal da UE decidiu a favor do grupo italiano, sancionando a “reconhecibilidade” das linhas Vespa e aceitando assim o recurso apresentado na sequência de uma longa disputa com os chineses da Zhejiang Zhongneng.

Tendo começado em 2013, a disputa judicial envolveu a Piaggio, o Euipo (Instituto de Propriedade Intelectual da União Europeia) e o gigante chinês Zhejiang Zhongneng Industry Group Co., terminando finalmente a favor da empresa italiana, que obteve a aprovação do Tribunal Europeu relativamente a singularidade da Vespa. Em questão está uma imitação chinesa (mais uma!) do formato da icónica Vespa.

O problema remonta ao  início de 2013, quando a Piaggio apresentou um pedido de registo de marca da UE ao Instituto de Propriedade Intelectual da União Europeia para o sinal tridimensional correspondente à forma “inconfundível” (o problema surge aqui mesmo) da “Vespa”.

A marca foi assim registada em 16 de janeiro de 2014 para todas as classes de produtos “scooter” e “modelos de scooter reduzidos” .

Leia também:

O que não foi nada apreciado pela gigante chinesa Zhejiang Zhongneng Industry Group Co. Ltd, que na sua lista tinha modelos de scooters claramente “inspirados” (na altura não se podia dizer que fossem copiados) nas linhas italianas, e por isso tinha apresentado um pedido à Euipo (Escritório de Propriedade Intelectual da União Europeia) de nulidade desta marca. Perante a falta de prova do carácter distintivo da marca Vespa, no dia 25 de Outubro de 2021 a Euipo aceitou o pedido da empresa chinesa, anulando o pedido da Piaggio, que recorreu imediatamente desta decisão para o Tribunal da União Europeia.

Grupo Piaggio

A vitória da Piaggio

Feita a promessa, a Piaggio recorreu ao Tribunal da União Europeia, ganhando o recurso. O Grupo Italiano a favor das suas teses trouxe, entre outros, a presença da Vespa no Museu de Arte Moderna de Nova Iorque, a utilização da scooter em filmes mundialmente famosos como “Roman Holiday” e a presença do Vespa Club em vários Estados-Membros. O Tribunal da UE estabeleceu, portanto, o pleno reconhecimento da marca, aceitando integralmente o pedido apresentado pela empresa Pontedera há dez anos.

Acesse nossas sessões Riders CustomRiders Speed, Riders TrailRiders ElétricaRiders Cross e fique ligado nas novidades! Moto

Notícias relacionadas

Voge RR 666 S: O diabo tem quatro cilindros e ailerons

Marcelo Nunes

Bajaj NS160 2024: Inovação com o Novo Painel TFT Bluetooth!

Marcelo Nunes

Gogoro CrossOver 2024: Novidade na Mobilidade Urbana

Marcelo Nunes

Deixe um comentário