fbpx
The Riders Histories
Clássicas

Laverda RGS 1000 1983: Italiana à venda no Japão

A Laverda RGS 1000 representou, nos anos 80, a opção de sport-touring de alto nível que a marca italiana nos oferecia. 40 anos depois temos a opção de obter esta incrível preparação com a marca “Japan Style” da Murayama Motors.

Laverda RGS 1000 é uma daquelas motos que demonstram o charme italiano na hora de criar máquinas apaixonantes. Comercializada entre 1982 e 1985, posicionou-se no mercado da época como uma alternativa eficaz, dentro do segmento sport-turismo , frente aos eficientes japoneses.

Detalhes como o assento com opção de assento único, ampla carenagem dianteira ou a sua exclusiva tampa de abastecimento de gasolina, instalada no lado direito da sua carenagem dianteira, faziam com que essa montagem fosse alvo de todos os olhares da época.

Além disso, a sua estética apoiava-se na secção mecânica, graças ao seu maravilhoso conjunto de três cilindros com 981cc, associado a uma transmissão de cinco velocidades. Isso fazia qualquer um sorrir… Embora os valores alegados de potência e binário possam parecer discretos hoje, há 40 anos eram tudo menos discretos. 85 CV às 8.000 rpm e 78 Nm às 7.000 rotações foram suficientes para catapultar esta Laverda RGS até aos 220 km/h .

Leia também:

Tudo isto ajudado por uma posição de condução bastante confortável e uma entrega de potência mais dosável do que na sua antecessora, a Laverda Jota. Para isso, a marca italiana aplicou algumas alterações mecânicas, como a sincronização da cambota em 120º , em vez dos 180º do modelo anterior.

As vibrações excessiva era algo que acontecia em muitas desportivas da época. Por isso, os engenheiros optaram por instalar blocos silenciosos nas fixações do quadro onde o motor foi instalado. Ao longo dos quatro anos de produção deste modelo, a marca expediu 2.500 unidades , oferecendo, além da variante padrão, as versões RGS Executive e RGS Corsa.

A RGS Corsa foi criada a pedido de importadores do Reino Unido, a Three Cross Motorcycles , com potência declarada de 95 CV. Para alcançar esta melhoria de desempenho, foram instalados pistões forjados de maior compressão, válvulas de maior diâmetro e um sistema de escape melhorado. Além disso, foram instalados discos flutuantes Brembo e pinças Goldline . Desta edição limitada, estima-se que foram fabricados apenas 200 exemplares.

Laverda RGS 1000 1983 by Murayama Motors

Soubemos desta moto, graças aos colegas da Bike Urious, com o anúncio da venda de uma Laverda RGS 1000 customizada pela Murayama Motors , distribuidor oficial da marca no Japão.

Um restomod completo que não só consegue manter intactas as características de identidade do modelo, mas também o melhora substancialmente em todos os aspectos. Para isso, a RGS 1000 de 1983 foi equipada com elementos de nível superior, tais como:

  • Árvore de cames TT-F1
  • Sistema de ignição DMC
  • Carburador Keihin FCR
  • Silenciador de 3 peças
  • Sistema de travagem Brembo
  • Suspensõs Ohlins
  • Diversas peças fabricadas em CNC

Uma verdadeira jóia em todos os aspectos pela qual teremos de gastar 39.000 dólares, cerca de 37.000 eurosse quisermos obtê-la. Preço caro ou barato?… Fica ao critério do bolso de cada um.

Acesse nossas sessões Riders CustomRiders Speed, Riders TrailRiders ElétricaRiders Cross e fique ligado nas novidades!

Notícias relacionadas

Uma runa Honda Valkyrie 2004 intocada

Marcelo Nunes

CLASSIC GP ASSEN: MV AGUSTA REGRESSA À ‘CATEDRAL DA VELOCIDADE”

Marcelo Nunes

R 32 – A primeira motocicleta BMW e a MOTO R 100 RS 1976

Marcelo Nunes

Deixe um comentário