fbpx
The Riders Histories
Riders-SpeedMundo Speed

Marini lidera esforço de Ducati esvaziada e comanda teste da MotoGP em Misano

Com a equipe de fábrica ausente da atividade desta segunda-feira (11) em Misano, coube a Luca Marini defender a honra da Ducati e colocar a Desmosedici no topo da folha de tempos. Marc Márquez provou a Honda de 2024, mas saiu decepcionado

Luca Marini foi o mais rápido no dia de testes da MotoGP em Misano. Em um dia de pista esvaziada, já que a dupla titular da Ducati não participou dos trabalhos, coube ao piloto da VR46 a missão de defender a honra da Desmosedici.

O teste coletivo desta segunda-feira (11) estava cercado de expectativas, especialmente no campo das fábricas japonesas, que precisam correr atrás do prejuízo para alcançar as europeias. Na pista, porém, o que se viu foi o domínio da Europa.

Com Francesco Bagnaia Enea Bastianini em recuperação das lesões sofridas em diferentes acidentes em Barcelona, e a Ducati desfalcada também do piloto de testes — já que Michele Pirro se machucou em uma queda no GP de San Marino e da Riviera de Rimini de domingo —, foi Marini quem travou um duelo com Maverick Viñales pelo topo da folha de tempos.

Com 1min30s602 na melhor de 49 voltas, o piloto de Urbino fechou o dia com 0s234 de vantagem para Viñales. Já no minuto final do treino, Brad Binder foi a 1min31s154 para tomar o terceiro lugar, 0s552 mais lento que Luca. O duo titular da KTM testou o chassi de fibra de carbono que foi usado por Dani Pedrosa no wild-card do fim de semana.

Vencedor do GP de domingo, Jorge Martín ficou em quarto, superado no finzinho dos trabalhos por só 0s014. Jack Miller, que ainda tenta se entender plenamente com a RC16, avançou para o quinto posto na 43ª das 44 voltas do dia.

Pressionando a Yamaha por melhora da YZR-M1Fabio Quartararo tentou um novo chassi e também um novo motor e fechou a segunda-feira na sexta colocação, 0s575 atrás de Luca.

Com a chance de testar a moto de 2023, Miguel Oliveira, que usa a RS-GP do ano passado, foi a segunda Aprilia do dia, à frente de Franco Morbidelli, que vai se despedir da Yamaha no fim do ano, e ficou em oitavo, Álex Márquez e Raúl Fernández fecham o top-10. Aleix Espargaró, que junto de Viñales, aproveitou o dia para testar o chassi de fibra de carbono que está sendo desenvolvido pela Aprilia, aparece em seguida.

Takaaki Nakagami foi a melhor Honda do dia e ficou com 12º tempo, 0s832 mais lento que Marini. De saída para a LCR HondaJohann Zarco ficou afastado das novidades da Ducati, mas foi 13º, 0s083 melhor do que Marc Márquez, o 14º. O espanhol estava na expectativa de confirmar alguma evolução da RC213V, mas saiu decepcionado e dando até prazo para definir o futuro na MotoGP.

Único estreante na MotoGP 2023, Augusto Fernández foi o 15º, 0s001 à frente de Joan MirPol Espargaró Stefan Bradl ficaram com as últimas posições.

Assim como Bastianini e Bagnaia, Marco Bezzecchi não entrou na pista, pois ainda se recupera de uma lesão na mão, sofrida em Barcelona.

Fornecedora única dos pneus da categoria, a Michelin também aproveitou o dia para testar pneus. A montadora francesa provou dois traseiros, macio e médio, com o composto de 2024, e um dianteiro médio, também com a borracha do próximo ano.

MotoGP 2023, Teste coletivo, Misano, Final:

1L MARINIVR461:30.602 
2M VIÑALESAprilia1:30.836+0.234
3B BINDERKTM1:31.154+0.552
4J MARTÍNPramac Ducati1:31.168+0.566
5J MILLERKTM1:31.175+0.573
6F QUARTARAROYamaha1:31.177+0.575
7M OLIVEIRARNF Aprilia1:31.232+0.630
8F MORBIDELLIYamaha1:31.301+0.699
9Á MÁRQUEZGresini Ducati1:31.337+0.735
10R FERNÁNDEZRNF Aprilia1:31.362+0.760
11A ESPARGARÓAprilia1:31.381+0.779
12T NAKAGAMILCR Honda1:31.434+0.832
13J ZARCOPramac Ducati1:31.492+0.890
14M MÁRQUEZHonda1:31.575+0.973
15A FERNÁNDEZGasGas Tech31:31.686+1.084
16J MIRHonda1:31.687+1.085
17P ESPARGARÓGasGas Tech31:31.844+1.242
18S BRADLHonda1:32.146+1.544

MotoGP retoma as atividades no fim de semana do dia 24 de setembro, com o GP da Índia, a ser disputado em Buddh. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das classes menores Moto2 e Moto3.

fonte:https://www.grandepremio.com.br/motogp/noticias/luca-marini-lidera-esforco-ducati-esvaziada-comanda-teste-motogp-misano/

Notícias relacionadas

MotoGP 2023 Alemanha – Miguel Oliveira 16º na Sprint e Martin vence

Marcelo Nunes

MOTOGP, MARC MÁRQUEZ: “VI MUITOS RUMORES”

Marcelo Nunes

Aleix Espargaró supera Bagnaia na última volta e vence GP da Grã-Bretanha da MotoGP

Marcelo Nunes

Deixe um comentário