fbpx
The Riders Histories
Mundo SpeedRiders-Speed

MotoGP 2023 – A reação de Miguel Oliveira ao teste em Misano

Miguel Oliveira aproveitou o teste de MotoGP em Misano para rodar com a Aprilia de 2023 e a sua de 2022. Eis a reação do piloto português.

No dia seguinte a ter conseguido um muito positivo e merecido 6º lugar na corrida de MotoGP do Grande Prémio de São Marino, Miguel Oliveira marcou presença no teste oficial que hoje aconteceu no circuito de Misano.

Um dia importante em diversos aspetos para o piloto português, porque não só rodou pela primeira vez com a Aprilia RS-GP 23 que utilizará na próxima temporada, como aproveitou para experimentar novidades na sua atual moto RS-GP 22.

Com 37 voltas cumpridas ao longo do intenso dia de teste oficial de MotoGP em Misano, Miguel Oliveira teve na sua box a moto que está atualmente reservada aos pilotos da equipa de fábrica.

Uma oportunidade especial para verificar diferenças para a sua moto atual, mas, principalmente, para começar a ambientar-se à moto que vai pilotar na próxima temporada, embora se saiba que até ao final do ano a Aprilia Racing poderá incluir novidades diversas nessa moto e que por isso Miguel Oliveira terá mesmo de esperar pelo teste de final de temporada para rodar com a moto na sua especificação final.

Miguel Oliveira realizou a sua melhor volta à 31ª passagem pela linha de meta, conseguindo parar o cronómetro em 1m31.232s, um tempo que permitiu ao #88 finalizar o teste de Misano como 7º mais rápido em pista, algo que, tendo em conta que estamos a falar de testes, não será o mais importante.

O melhor registo de Miguel Oliveira foi conseguido com a Aprilia RS-GP 22, uma moto com a qual o português terá de competir até final de 2023, pelo que foi nessa moto que o luso e a sua equipa técnica mais focaram as atenções, aproveitando as voltas com a RS-GP 23 para perceberem quais as diferenças entre os dois protótipos e encontrarem novas soluções e estratégias para melhorar a performance da moto atual.

Em reação ao dia de teste em Misano, Miguel Oliveira refere que “Foi bom experimentar pela primeira vez a moto de 2023. Não há um único aspeto que seja muito melhor que a minha, mas é um pouco melhor em tudo. Com certeza a moto tem muito potencial, um pouco mais que a minha, então também é bom saber quais são os pontos que talvez possamos trabalhar na nossa moto para ainda nesta temporada tentarmos ser mais competitivos e tirar o máximo proveito do pacote. Não fizemos muitas voltas com a moto de 2023, porque não faria sentido trabalhar o dia todo com ela, pois é uma máquina que não vamos competir nas próximas corridas. Por isso continuamos o trabalho com o RS-GP de 2022. Tínhamos algumas pequenas coisas para testar, um link, um braço oscilante, nada diferente na afinação. Mas essas pequenas coisas ajudaram-nos a entender qual o rumo a seguir”.

Miguel Oliveira realizou a sua melhor volta à 31ª passagem pela linha de meta, conseguindo parar o cronómetro em 1m31.232s, um tempo que permitiu ao #88 finalizar o teste de Misano como 7º mais rápido em pista, algo que, tendo em conta que estamos a falar de testes, não será o mais importante.

O melhor registo de Miguel Oliveira foi conseguido com a Aprilia RS-GP 22, uma moto com a qual o português terá de competir até final de 2023, pelo que foi nessa moto que o luso e a sua equipa técnica mais focaram as atenções, aproveitando as voltas com a RS-GP 23 para perceberem quais as diferenças entre os dois protótipos e encontrarem novas soluções e estratégias para melhorar a performance da moto atual.

Em reação ao dia de teste em Misano, Miguel Oliveira refere que “Foi bom experimentar pela primeira vez a moto de 2023. Não há um único aspeto que seja muito melhor que a minha, mas é um pouco melhor em tudo. Com certeza a moto tem muito potencial, um pouco mais que a minha, então também é bom saber quais são os pontos que talvez possamos trabalhar na nossa moto para ainda nesta temporada tentarmos ser mais competitivos e tirar o máximo proveito do pacote. Não fizemos muitas voltas com a moto de 2023, porque não faria sentido trabalhar o dia todo com ela, pois é uma máquina que não vamos competir nas próximas corridas. Por isso continuamos o trabalho com o RS-GP de 2022. Tínhamos algumas pequenas coisas para testar, um link, um braço oscilante, nada diferente na afinação. Mas essas pequenas coisas ajudaram-nos a entender qual o rumo a seguir”.

Inscreva-se em nosso Canal no YouTube: The Riders e conheça histórias incríveis do mundo biker!

Fonte: https://motojornal.pt/motogp-2023-a-reacao-de-miguel-oliveira-ao-teste-em-misano/

Notícias relacionadas

Recall Kawasaki para Ninja H2, H2R, Z1000 e Z1000R

Marcelo Nunes

Ducati Panigale V4S 2023 fica mais potente e ganha atualizações eletrônicas

Marcelo Nunes

ALONSO LÓPEZ VENCE A PRIMEIRA CORRIDA DE MOTO2

Marcelo Nunes

Deixe um comentário