fbpx
The Riders Histories
Mundo SpeedRiders-Speed

MOTOGP, CATALUNHA, CORRIDA: DOBRADINHA APRILIA EM MONTMELÓ, OLIVEIRA 5º

A Aprilia fez história ao conseguir os dois primeiros lugares no GP da Catalunha. Aleix Espargaró venceu às porta de casa, secundado pelo colega Maverick Viñales, numa corrida que ficaria marcada pelo grave acidente do líder do mundial Pecco Bagnaia. Miguel Oliveira terminou em quinto depois de estar entre os três primeiros.

Aleix Espargaró (Aprilia Racing) foi o vencedor cumprindo a distância em 38:56.159 minutos, superando o companheiro de equipa Maverick Viñales por 337 milésimos, com Jorge Martin (Pramac Ducati) em terceiro a 2,8 segundos. Atrás de Jorge Martin e Johann Zarco, Miguel Oliveira completou a corrida no quinto posto, a 7,5 segundos do venecedor.

Um começo atribulado com bandeira vermelha

A pole position em Montmeló foi conquistada pela estrela da Ducati Pecco Bagnaia, mas no sprint da tarde de sábado Aleix Espargaró não teve oponentes.  Infelizmente, não houve repetição do duelo entre Bagnaia e a Aprilia na corrida de domingo. O atual líder do mundial foi vítima de um highside na saída da curva 2, sendo atingido – na parte inferior do corpo – por um inocente Brad Binder. Em relação ao piemontês, que foi transportado para o hospital de Barcelona para novos exames, até agora só se falou de um politraumatismo na zona do fémur e da tíbia, mas mais só se saberá nas próximas horas.

Poucos segundos antes do acidente de Pecco foi Enea Bastianini quem caiu na Curva 1 , levando consigo Alex Marquez, Marco Bezzecchi, Fabio Di Giannantonio e Johann Zarco. Quem levou a pior parte foi o piloto de fábrica da Ducati, que jásofreu uma fratura do maléolo tibial, o que pode exigir uma operação.

A corrida seria reiniciada para um total de 23 voltas após um intervalo de quase 20 minutos.

A 11ª etapa do Campeonato do Mundo de MotoGP teria medo e alegria, com muita Itália envolvida. O medo está obviamente ligado ao estado de Pecco Bagnaia, a alegria vinda de uma Aprilia que parece finalmente revigorada depois de uma primeira metade do mundial francamente abaixo do que se viu em 2022.

Assim e depois de uma série de más notícias marcada pelos diversos acidentes antes da bandeira vernmelha, a corrida recomeçou e aí voltou a alegria. A alegria da Aprilia, que pela primeira vez na sua história marcou uma dobradinha numa corrida da categoria rainha. O capitão Aleix conquistou a vitória, depois de recuperar terreno sobre o seu companheiro de equipa Maverick Vinales na parte final da corrida, ultrapassando-o e vencendo-o por alguns décimos. Em suma, um dia fabuloso para a marca de Noale, que chegou a sonhar com um pódio inteiramente Aprilia, uma vez que Miguel Oliveira rodou durante mais de meia duzia de voltas junto aos dois primeiros, vindo ainda assim a terminar num positivo quinto lugar.

Contudo, o terceiro lugar acabou por ficar na posse de Jorge Martin, seguido por Zarco e Miguel Oliveira. Sétimo lugar para Fabio Quartararo, capaz de se destacar em mais um dia negro para as motos japonesas, com Marc Márquez em 13º, atrás da dupla da Mooney, Luca Marini e Marco Bezzecchi. O 10º lugar foi de Fabio Di Giannantonio, com Franco Morbidelli em 14º. Fabio Quartaro em 7º com a Yamaha foi o melhor da armada japonesa, fraca como tem sido hábito, com Marc Marquez em P13 na Honda. As melhorias ficam para mais tarde.

MOTOGP – CLASSIFICAÇÃO DA CORRIDA

1. Aleix Espargaró, Aprilia, 23ª2. Viñales, Aprilia, + 0,377 seg.3. Martin, Ducati, +2.831 4. Zarco, Ducati, +4.867 5. Oliveira, Aprilia, +7.5296. Alex Márquez, Ducati, +10.5907. Quartararo, Yamaha, +10.8218. Miller, KTM, +10.8809. Augusto Fernández, KTM, +12.88910. Di Giannantonio, Ducati, + 13.28011. Marini, Ducati, + 16.491 12. Bezzecchi, Ducati, +16.56113. Marc Márquez, Honda, +21.61614. Morbidelli, Yamaha, +23.10815. Nakagami, Honda, +26.74016. Lecuona, Honda, +28.86017. Mir, Honda, + 33.929

CAMPEONATO DO MUNDO

1. Bagnaia, 260 pontos. 2. Martin 210. 3. Bezzecchi 189. 4. Binder 166. 5. Aleix Espargaró 154. 6. Zarco 141. 7. Marini 125. 8. Viñales 113. 9. Miller 104. 10. Alex Márquez 102. 11. Quartararo 82. 12. Morbidelli 67. 13. Augusto Fernández 58. 14. Oliveira 55. 15. Rins 47. 16. Di Giannantonio 43. 17. Nakagami 35. 18. Bastianini 25. 19. Marc Márquez 22. 20. Raúl Fernández 14 21. Pedrosa 13. 22. Savadori 9. 23. Folger 9. 24. Pol Espargaró 8. 25. Pirro 5. 26. Mir 5. 27. Petrucci 5. 28. Bradl 5.

CONSTRUTORES

1. Ducati, 379 pontos. 2. KTM 215. 3. Aprilia 203. 4. Yamaha 102. 5. Honda 96.

Inscreva-se em nosso Canal no YouTube: The Riders e conheça histórias incríveis do mundo biker!

fonte: https://www.motosport.com.pt/moto-gp/motogp-catalunha-corrida-dobradinha-aprilia-em-montmelo-oliveira-5o/

Notícias relacionadas

MOTOGP, MARC MÁRQUEZ: O Acosta pode bater meu recorde

Marcelo Nunes

MOTOGP, JAPÃO, CORRIDA: NOVA VITÓRIA DE MARTIN COLOCA-O A TRÊS PONTOS DE BAGNAIA

Marcelo Nunes

MOTOGP, RONDA AUSTRÍACA TREMENDAMENTE AZARADA PARA MIGUEL OLIVEIRA

Marcelo Nunes

Deixe um comentário