fbpx
The Riders Histories
Notícias

Mulheres nas Motos: Dia Internacional da Mulher

Dia Internacional da Mulher The Riders

No Dia Internacional da Mulher, celebramos o avanço significativo do número de mulheres que escolhem as motos como meio de mobilidade no Brasil. Portanto, segundo dados da Abraciclo, o aumento foi expressivo, com um crescimento de 69,5% nos últimos dez anos. Atualmente, somos 9.468.705 mulheres pilotando, em comparação com os 5.586.855 de 2014.

Dia Internacional da Mulher. Mulheres nas Motos: Um Crescimento Marcante no Brasil

Estados que Lideram a Frota Feminina em Duas Rodas

Em uma análise da SENATRAN/IBGE, que considera a habilitação na categoria A, Rondônia desponta como líder, com 31,9% de mulheres habilitadas para pilotar. Santa Catarina (27,6%) e Mato Grosso (24,6%) vêm logo em seguida, mostrando que a paixão pelo vento no rosto não conhece fronteiras.

Leia também:

São Paulo: Líder em Números Absolutos

Certamente, quando falamos em números absolutos, São Paulo lidera o ranking, com impressionantes 2.823.660 mulheres nas motos.

Contudo, Santa Catarina, mais uma vez, se destaca em terceiro lugar, com 842.520 mulheres pilotando pelas estradas catarinenses. Além disso, o Paraná fecha o pódio, com 741.448.

Desafios e Conquistas: Mulheres nas Motos Representam 24,5%

Mas, mesmo com o notável crescimento, as mulheres na categoria A ainda representam 24,5% do total de habilitados no Brasil. Enquanto 9,4 milhões de mulheres estão nas motos, os homens lideram com 29.132.591 habilitações.

Certamente, celebramos cada conquista no universo das duas rodas e reconhecemos o papel essencial das mulheres motociclistas. Contudo, que esse Dia da Mulher seja marcado por muitas histórias de liberdade e paixão sobre duas rodas. Parabéns a todas as mulheres que escolhem o guidão como companheiro de aventuras!

Confira a participação de mulheres motociclistas em cada um dos 26 estados brasileiros, além do Distrito Federal:

Ranking
Estadual
Habilitados APopulaçãoPart. %
Habilitados A/ População
1º Rondônia218.839685.87731,9%
2º Santa Catarina842.5203.057.88627,6%
3º Mato Grosso331.5521.346.34624,6%
4º Mato Grosso do Sul260.2511.119.18723,3%
5º Acre72.119322.17822,4%
6º Tocantins130.290606.20421,5%
7º Goiás513.6662.888.55817,8%
8º Roraima39.205229.49317,1%
9º Paraná741.4484.820.62215,4%
10º Espírito Santo251.1191.692.24714,8%
11º São Paulo2.823.66019.723.33014,3%
12º Rio Grande do Sul448.0794.955.5339,0%
13º Ceará332.5113.791.0138,8%
14º Pará267.4133.238.0158,3%
15º Minas Gerais678.6309.007.0477,5%
16º Rio Grande do Norte110.6481.472.7127,5%
17º Piauí95.6461.325.6847,2%
18º Sergipe61.404952.7256,4%
19º Amapá19.218316.3286,1%
20º Bahia374.3336.161.9956,1%
21º Distrito Federal75.4241.320.9905,7%
22º Pernambuco218.7313.991.0235,5%
23º Paraíba88.5901.683.9865,3%
24º Maranhão119.5132.704.8164,4%
25º Amazonas65.9491.507.1304,4%
26º Alagoas52.6531.352.2303,9%
27º Rio de Janeiro235.2947.608.7003,1%

Notícias relacionadas

Teste KTM 890 Duke 2022: desperte seu lado selvagem

Marcelo Nunes

BMW CE 02, a primeira eParkourer

Marcelo Nunes

Na Europa, Yamaha lança duas novas bikes elétricas

Marcelo Nunes

Deixe um comentário