fbpx
The Riders Histories
Notícias

Ovaobike MCR-S: A ‘125’ elétrica que atinge a maior velocidade máxima

A 125 que atinge a maior velocidade máxima é uma moto elétrica que já está disponível em Espanha. Dos três modelos disponíveis na gama Ovaobike, a MCR-S é a mais extrema de todas, tanto em performance como no preço.

A Ovaobike é um fabricante de motos ainda jovem e que se acaba de lançar comercialmente na vizinha Espanha. Fá-lo com uma gama composta por três motos elétricas, das quais se destaca o modelo mais capaz de todos, já que se tornou o equivalente à 125 que atinge a velocidade máxima mais elevada de todo o mercado. Chama-se MCR-S  e, graças a uma potência nominal de 10,5 kW, é uma moto apta para circular com a carta A1, embora na realidade a sua potência máxima (a que prevalece na experiência de condução) seja muito superior.

Todos os modelos da Ovaobike são desenvolvidos em torno da mesma estrutura e são modelos de formato compacto, algo que pela agressividade de suas linhas podem não aparecer nas imagens. A MCR-S mede 1.926 milímetros de comprimento, 920 de largura e 1.117 de altura, com uma distância entre eixos de 1.370 milímetros, enquanto o assento está posicionado a uma altura de 880 milímetros. O factor menos aliciante é o seu peso, pois anuncia 184 quilos.

Tão potente quanto uma 400 mas em termos legais equivalente a uma 125

Tecnicamente, trata-se de uma moto cujo esquema elétrico é articulado em torno de uma bateria de módulo duplo não removível e um motor elétrico integrado no braço oscilante traseiro. Pela sua posição, pode-se dizer que está montado centralmente, embora na verdade esteja posicionado no lado direito da moto.

A potência nominal de 10,5 kW é ofuscada pela potência máxima alcançada pelo motor, pois chega a 22 kW, que se traduz em 30 CV! A capacidade da bateria, por sua vez, é de 9,6 kWh, um bom número mesmo considerando a potência do modelo. Com carga total, segundo a marca, a uma média de 50 km/h  é possível percorrer uma distância de até 210 quilómetros. Uma autonomia que só será dada em zonas urbanas, pois seguramente em circunstâncias reais descerá para o patamar dos 150 quilómetros em uso misto. A coisa mais interessante sobre a MCR-S, no entanto, é sua velocidade máxima. Em circunstâncias normais estará limitado a 126 quilómetros por hora, mas este modelo tem um modo Turbo que as suas irmãs de gama não possuem e que, mantendo-o premido, atinge uma velocidade máxima de 148 quilómetros por hora.

Um aspecto que todos os fabricantes de motos elétricas devem observar é que a Ovaobike MCR-S possui um orifício de carregamento onde normalmente fica o depósito de combustível numa moto térmica ou a porta de carregamento numa elétrica. Tem 16,6 litros de capacidade, o suficiente para abrigar um capacete integral.

Justifica o seu preço muito alto (além da performance) com componentes de grande qualidade, prova disso é um sistema de travagem fabricado pela Brembo, por exemplo. O preço para o mercado espanhol é de 14.490 euros, pelo que está um passo à frente dos modelos Zero Motorcycles.

Inscreva-se em nosso Canal no YouTube: The Riders e conheça histórias incríveis do mundo biker!

FONTE: https://motomais.motosport.com.pt/motos/ovaobike-mcr-s-a-125-eletrica-que-atinge-a-maior-velocidade-maxima/?doing_wp_cron=1693188758.1513159275054931640625

Notícias relacionadas

Índia vira-se cada vez mais para o elétrico

Marcelo Nunes

Robbie Knievel, piloto de acrobacias, filho de Evel Knievel morre aos 60 anos

Marcelo Nunes

Honda CB 1100X: a Sport Tourer com motor de Africa Twin

Marcelo Nunes

Deixe um comentário