fbpx
The Riders Histories
Dicas

Perigos da falta de manutenção de moto

Além dos riscos à saúde e a segurança, a falta de manutenção adequada pode provocar grandes prejuízos para o bolso

Realizar a manutenção de moto  preventiva pode parecer besteira quando ela ainda está em pleno funcionamento e sem qualquer problema aparente.

Mas, saiba que esse é um dos erros mais graves que se pode cometer quando o assunto é segurança e saúde dos condutores. Isso porque, a falta de manutenção é a causa de milhares de acidentes todos os dias no Brasil. 

Segundo dados da Polícia Rodoviária Federal, de 2017 a 2019 mais de 12 mil acidentes de trânsito foram ocasionados por falhas e defeitos mecânicos, o que representa um risco iminente para os condutores. 

Os perigos estão associados principalmente aos componentes da moto que, devido ao desgaste natural das peças, podem prejudicar o pleno funcionamento da motocicleta.

Quais peças devem passar pela manutenção de moto?

Seja para pegar estrada ou apenas para se locomover no dia a dia, o fato é que a manutenção de moto deve ser realizada de forma preventiva, a fim de garantir a sua segurança e ainda, evitar maiores prejuízos para o seu bolso. 

Confira a seguir os principais componentes aos quais você deve ter atenção redobrada:

Freios 

Uma das maiores causas dos acidentes envolvendo a falta de reparos nas motos é justamente a manutenção dos freios. 

O recomendado, é que as pastilhas sejam verificadas a cada mil quilômetros, e que todo o conjunto – lonas e disco – também sejam avaliados periodicamente.

Mantenha-se atento aos fluidos e ruídos, que igualmente podem indicar qualquer desgaste do equipamento.  

Bateria

Segundo especialistas, também é fundamental verificar o nível de água da bateria ao menos uma vez a cada seis meses e prestar atenção ao menor sinal de falhas na parte elétrica. 

Luzes piscando ou farol fraco são grandes indicativos que algo não vai bem com a sua moto e o melhor a se fazer é procurar um mecânico de confiança. 

Motor

Faça as trocas de óleo conforme recomenda o fabricante e não se esqueça de checar periodicamente se os níveis estão dentro do estipulado de acordo com o modelo da sua motocicleta.

Pneus 

Outro importante componente que deve ser avaliado com cautela é o pneu da moto. Faça sempre a calibragem correta conforme o indicado pelo fabricante e mantenha-se atento ao TWI do pneu – indicador de desgaste desenvolvido para ajudar na identificação. 

Alguns especialistas recomendam que os pneus sejam trocados a cada 30 mil quilômetros rodados. No entanto, novamente, isso pode variar de acordo com o uso da moto, sendo necessário analisar a situação dos pneus periodicamente. 

Vale ressaltar que pneus carecas não só apresentam um risco à segurança, diminuindo sua aderência ao solo, como também podem gerar prejuízos financeiros. 

Pneus fora do limites estabelecidos nas Leis de Trânsito são uma infração grave e acarreta em 5 pontos na CNH e multa de R$ 195,23.

Lembre-se que cuidar da manutenção de moto é cuidar da sua segurança, da segurança de quem está a sua volta e também do seu bolso. 

Fonte:https://www.bigtires.com.br/blog/post/manutencao-de-moto-importancia-perigos

Inscreva-se em nosso Canal no YouTube: The Riders e conheça histórias incríveis do mundo biker!

Notícias relacionadas

As Melhores Motocicletas: Para Pilotos Baixos

Marcelo Nunes

Veja cinco dicas para escolher bem a sua moto

Marcelo Nunes

Bateria da moto pede atenção no inverno

Marcelo Nunes

Deixe um comentário