fbpx
The Riders Histories
Notícias

PGM V8 – Uma naked com 334 cv

Melhor que um motor só mesmo dois combinados em apenas um.

O projeto  PGM V8 foi concebido por Pat Maloney após se reformar do seu emprego como engenheiro mecânico no Campeonato Mundial de Superbikes e na Sauber F1.

Primeiramente a unidade motriz com configuração V8 foi feita a partir de dois motores ZX-7RR da Kawasaki e originando uma capacidade de aproximadamente 1500 cc no total. No entanto, Maloney percebeu que o motor da Yamaha R1 (versão do início do ano 2000) tinha um tamanho semelhante ao usado inicialmente Kawsaki e decidiu retirar ainda mais partido das melhores características tècnicas dos motores de 1000 cc da Yamaha.

As duas bancadas de cilindros possuem um ângulo em V de 90 graus entre elas e os 8 cilindros disponibilizam cerca de 2000 cc. Nesta adaptação a cambota, embraiagem e transmissão tiveram de sofrer modificações de reforço a fim de lidar com os 334 cv de potência (medidos à cambota) às 12,800 rpm e os 157 Nm de binário às 9500 rpm.

O peso anunciado do conjunto, a cheio, é de 242 Kg, fruto do quadro em treliça e do braço oscilante em alumínio maquinado em CNC.

Não houve poupanças no desenvolvimento da PGM V8. A suspensão é assegurada pela Ohlins, com uma forquilha FGRT301 de 48 mm de diâmetro e na traseira um monoamortecedor TTX36.

As belas jantes Marchesini forjadas deslumbram com o par de pinças Brembo GP4 na frente que mordem discos de 320 mm. Na traseira a travagem é assegurada por uma pinça Brembo P4-34 e um disco de 220 mm.

Desenvolvido especialmente para a PGM V8, o sistema de escape assinado pela Akrapovic é composto por dois sistemas separados, ambos totalmente em titânio para uma maior redução de peso e que conferem um belíssimo cantar dos 8 cilindros.

Com intenções de iniciar produção, a PGM V8 poderá vir a tornar-se a moto mais potente a ser produzida. Contudo uma moto com este equipamento e características não será certamente acessível. 

Espera-se que o custo da PGM V8 seja de qualquer coisa como 180.000 dólares, mas o prazer de ouvir um motor V8 atingir regimes acima das 10.000 rpm é impagável. Ouça-o no vídeo abaixo.

Notícias relacionadas

Royal Enfield Goan Classic 350: A pequena Bobber

Marcelo Nunes

CFMOTO 125 NK: Está Começando? Essa Moto é para você!

Marcelo Nunes

Bajaj Pulsar NS200: 4 Razões para Comprar e Não Comprar

Marcelo Nunes

Deixe um comentário