fbpx
The Riders Histories
Dicas

Revisão de Moto: Saiba a Importância e o Que é Feito nela

Revisão de Moto

Hoje, vamos abordar um tema crucial para garantir que sua moto esteja sempre pronta para a estrada: a revisão de Moto periódica.

Revisão de Moto: Saiba a Importância e o Que é Feito para Manter sua Companheira nas Melhores Condições

Olá, amantes das duas rodas! Aqui no Portal The Riders, estamos sempre comprometidos em trazer informações valiosas para a sua experiência com motocicletas.

Vamos explorar por que é tão importante seguir o plano de manutenção recomendado pelo fabricante e entender o que é feito durante esses procedimentos.

As motocicletas conquistaram um espaço significativo no coração dos brasileiros, refletido no aumento das vendas nos últimos anos.

Com menor preço de aquisição, custos mais baixos e maior economia de combustível, as motos se tornaram uma escolha popular.

No entanto, mesmo com gastos inferiores em comparação com os carros, as motocicletas não estão isentas de demandar manutenção.

Entre os cuidados mais cruciais está a realização de revisões periódicas. Vamos explorar por que esse hábito é tão essencial.

Detecção e Prevenção de Problemas: “Mais Vale Prevenir do Que Remediar”

O principal motivo para realizar revisões frequentes em sua motocicleta é a detecção ou prevenção de problemas mecânicos mais graves.

Certamente, a máxima “mais vale prevenir do que remediar” nunca foi tão verdadeira.

Contudo, os especialistas garantem que a manutenção preventiva é mais econômica do que a corretiva, evitando custos elevados e prolongando a vida útil da moto.

Seguir o plano de manutenção recomendado pela fabricante é crucial, especialmente para motos novas.

Realizar as revisões é uma exigência para manter a garantia de fábrica da sua motocicleta.

“Desde o desenvolvimento de uma moto, a Honda leva em consideração as condições de uso para definir o plano de manutenção do modelo”, explica Luiz Gustavo Guareschi, supervisor de Relações Públicas da Honda.

Entretanto, as revisões periódicas são fundamentais para manter a motocicleta em perfeitas condições de funcionamento.

Intervalos e Serviços Específicos: Cuidando da Sua Companheira com Precisão

Por exemplo, os intervalos entre as revisões e os serviços realizados variam de acordo com o modelo e o tipo de uso da motocicleta.

Em geral, a primeira revisão de uma moto nova deve ser realizada aos 1.000 km ou seis meses, o que ocorrer primeiro.

Essa revisão inclui a inspeção de itens como cabos e coluna de direção, além da troca de óleo e filtro. Os prazos e detalhes das revisões estão no Manual do Proprietário da sua motocicleta.

E quanto custa uma revisão de moto?

Muitos motociclistas realizam a primeira revisão, mas se esquecem das próximas.

Além disso, no caso das motos Honda, por exemplo, a segunda revisão acontece aos 6.000 km ou 12 meses, o que ocorrer primeiro.

Há uma tolerância de 10%, permitindo flexibilidade nos prazos.

A Yamaha também oferece as duas primeiras revisões sem custo de mão de obra.

As seguintes seguem intervalos de 5.000 km.

Leia também:

No entanto, é importante destacar que, mesmo com preço fixo, se alguma peça apresentar desgaste excessivo, o custo pode variar.

Itens como pastilhas de freio, fluidos e pneus podem desgastar-se de maneira diferente com base no estilo de pilotagem e uso da moto.

Quilometragem x Preço: O Investimento na Saúde da Sua Moto

Portanto, opreço das revisões também varia conforme a quilometragem, uma vez que mais itens são verificados.

As duas primeiras revisões das motos Honda têm mão de obra gratuita, mas o cliente paga pelo óleo e peças substituídas.

Algumas marcas, incluindo Yamaha, Royal Enfield e Haojue, oferecem revisões a preço fixo, proporcionando previsibilidade nos custos.

“Alguns motociclistas têm o hábito de pilotar com o pé no pedal de freio.

Dessa forma, as lonas ou pastilhas do freio traseiro podem apresentar desgaste prematuro”, alerta Guareschi.

O desgaste natural de itens como pastilhas de freio, fluidos e pneus é avaliado nas revisões, e o valor pode variar com base no desgaste observado.

Inspeção Preventiva: Garantindo o Bom Funcionamento Diário

Além das revisões periódicas, é crucial realizar inspeções preventivas regularmente. A Honda orienta os motociclistas a realizar a inspeção preventiva conhecida como P-CLOC:

P – Pneus:

Verifique a pressão e desgaste dos pneus antes de pilotar. Troque os pneus quando o indicador de desgaste estiver alinhado à banda de rodagem.

C – Comandos e Cabos:

Verifique a folga nos comandos de freio e embreagem, ajustando conforme necessário. Lubrifique os comandos e verifique o funcionamento suave da manopla do acelerador.

L – Luzes e Parte Elétrica:

Antes de sair, confira todas as luzes, incluindo farol, lanterna, luz de freio e piscas.

O – Óleo e Combustível:

Verifique o nível de óleo com o motor frio e em local nivelado. Esteja atento aos períodos recomendados para a troca de óleo.

C – Corrente de Transmissão:

Consulte o manual do proprietário para padrões de regulagem e troca da corrente. Mantenha a corrente ajustada, lubrificada e faça limpezas periódicas, especialmente após rodar em estradas de terra ou areia.

Cuidar da sua moto não é apenas uma questão de desempenho, mas também de segurança. Portanto, siga o plano de manutenção, realize as revisões periódicas e adote a inspeção preventiva P-CLOC.

Sua motocicleta estará pronta para enfrentar qualquer estrada, proporcionando não apenas emoção, mas também uma experiência segura e confiável.

Para resumir, fique ligado no Portal The Riders para mais dicas e novidades sobre o apaixonante mundo das motocicletas!

Continue navegando no portal The Riders e acelere com a gente!

Acesse nossas sessões Riders CustomRiders Speed, Riders TrailRiders ElétricaRiders Cross e fique ligado nas novidades! Moto

Notícias relacionadas

Repare o pneu furado de moto você mesmo!

Marcelo Nunes

Quanto tempo antes da viagem deve-se trocar o pneu da moto?

Marcelo Nunes

Dicas que vão te ajudar na hora de viajar de moto

Marcelo Nunes

Deixe um comentário