fbpx
The Riders Histories
Riders Cross

SERTÕES: Pro Tork acelera entre as motos do maior rally das Américas

Pilotos largam no dia 11, de Petrolina (PE), percorrendo 3.793 quilômetros, até a chegada no dia 19, em Cruz (CE)

A Pro Tork não apenas patrocina o Sertões 2023, como também encara a disputa com dois pilotos entre as motos do maior rally das Américas. O evento inicia nesta sexta-feira, com a realização do prólogo, em Petrolina (PE), e segue até o próximo sábado, com a chegada na Praia do Preá, em Cruz (CE). O percurso total será de aproximadamente 3.800 quilômetros – cerca de 2.000 deles de trechos cronometrados.

Representam a líder mundial na produção de capacetes o catarinense Rafael Espíndola e o paranaense José Américo. Rafael encara a categoria Brasil, na qual foi campeão em 2019 e vice em 2020, e espera alcançar o pódio mais uma vez. Já José Américo Fiorillo fará sua primeira participação na competição, integrando a classe Moto 1, tendo como objetivo completar o desafio.

Vale lembrar que a Pro Tork é responsável por uma ampla gama de produtos licenciados da marca Sertões, com capacetes, mini capacetes, copo e cooler térmicos, entre outros itens que podem ser encontrados nas melhores lojas do país, além de uma loja itinerante que irá acompanhar todo o roteiro, que inclui pernoites nas cidades de Xique-Xique (BA), Crato (CE), Sobral (CE) e Cruz (CE).

Confira o roteiro*:

11/8 (sexta-feira) – Prólogo

Petrolina (PE)

12/8 (sábado) – 1ª etapa

Petrolina (PE) / Petrolina (PE)

Deslocamento inicial – 185 km

Especial – 375 km

Deslocamento final – 114 km

Total do dia: 674 km

O Sertões 2023 começa testando o nível técnico dos competidores ao extremo. Eles precisarão mostrar as suas habilidades em diversos tipos de terrenos – incluindo areia, pedras e piçarras – e na navegação, especialmente exigente. Apesar de trechos de altas velocidades, a maior parte do caminho será travada.

13/8 (domingo) – 2ª etapa

Petrolina (PE) / Petrolina (PE)

Deslocamento inicial – 18 km

Especial – 174 km

Deslocamento final – 54 km

Total do dia: 246 km

A segunda etapa traz variação de terrenos em região de caatinga, com exceção da areia, e promete ser uma amostra dos desafios que estão por vir.

14/8 (segunda-feira) – 3ª etapa – MARATONA

Petrolina (PE) / Xique-Xique (BA)

Deslocamento inicial – 73 km

Especial – 407 km

Deslocamento final – 31 km

Total do dia: 511 km

A etapa será marcada pela primeira parte da maratona, formato que não permite auxílio mecânico externo aos competidores. A especial mais longa do roteiro passa por trechos muito duros com pedras e em região montanhosa. Com uma travessia de serra inédita no Sertões, os competidores irão conhecer um novo cânion. No final do dia, o acampamento em barracas será obrigatório para toda a caravana do Sertões presente em Xique-Xique.

15/8 (terça-feira) – 4ª etapa – MARATONA

Xique-Xique (BA) / Petrolina (PE)

Deslocamento inicial – 0 km

Especial – 323 km

Deslocamento final – 290 km

Total do dia: 613 km

Ainda sem auxílio mecânico externo, os competidores enfrentam a segunda parte da etapa maratona. A largada da especial será um show para a população de Xique-Xique, que poderá acompanhar os pilotos acelerando de perto, com a devida segurança. Em seguida, os pilotos passam por uma zona de radar para entrar em um roteiro marcado por muita areia. Especial dura, difícil e extremamente técnica, com trechos travados.

16/8 (quarta-feira) – 5ª etapa

Petrolina (PE) / Crato (CE)

Deslocamento inicial – 66 km

Especial – 212 km

Deslocamento final – 215 km

Total do dia: 493 km

As caraterísticas da prova mudam, com chão de piçarra, travessias de riachos e passagem por região montanhosa, onde o trajeto fica ainda mais duro. A navegação será fundamental em todos os momentos.

17/8 (quinta-feira) – 6ª etapa

Crato (CE) / Sobral (CE)

Deslocamento inicial – 154 km

Especial – 207 km

Deslocamento final – 312 km

Total do dia: 673 km

A etapa promete ser uma das mais duras dos últimos tempos. Com muita pedra e terrenos acidentados em região serrana, será uma especial extremamente cansativa. O preparo físico e a habilidade dos pilotos farão a diferença.

18/8 (sexta-feira) – 7ª etapa

Sobral (CE) / Cruz (CE)

Deslocamento inicial – 82 km

Especial – 188 km

Deslocamento final – 66 km

Total do dia: 336 km

Especial muito bonita e inédita no Sertões. Começa morro acima e apresenta terrenos de piçarra, pedra e trechos de areia, principalmente na parte final. A região traz paisagens totalmente diferentes das encontradas nos dias anteriores, já que a prova está a caminho do litoral pernambucano.

19/8 (sábado) – 8ª etapa

Cruz (CE) / Praia do Preá, Cruz (CE)

Deslocamento inicial – 51 km

Especial – 140 km

Deslocamento final – 57 km

Total do dia: 248 km

A organização promete não aliviar para os competidores na última etapa, ao contrário dos anos anteriores. Com muita areia, piçarra e navegação por GPS, a disputa final será decisiva e pode mudar drasticamente os resultados. Os competidores ficarão surpresos com o último desafio e não podem pensar que a prova está ganha.

TOTAL DO PERCURSO: 3.793 km

TOTAL DE ESPECIAIS: 2.027 km

*O roteiro é fornecido pela organização do evento e está sujeito a alterações.

O Sertões tem o patrocínio da Pro Tork – a maior fabricante de motopeças da América Latina e líder mundial na produção de capacetes.


FONTE: PRO TORK

Notícias relacionadas

Honda XR650L 2024: Trail Clássica em Produção nos EUA

Marcelo Nunes

O Rally mais bonito do Brasil vai começar!

Marcelo Nunes

FACTORY KTM COMEMORA VITÓRIA INÉDITA DE MASON KLEIN NO SERTÕES 2023

Marcelo Nunes

Deixe um comentário