fbpx
The Riders Histories
Notícias

Airbags nas motos chegam em 2025

Autoliv confirma a chegada destes equipamentos de segurança às motos no ano de 2025.

Com 70 anos de experiência na área dos sistemas de segurança com airbag, a Autoliv aponta agora as suas ambições para melhorar a proteção dos motociclistas nos acidentes de motos.

Inventora do cinto de segurança, do seu pré-tensor e da cortina airbag nos carros, a fabricante de sistemas de segurança para veículos já começou o caminho de integrar airbags nas motos quando, em 2021, iniciou uma parceria com a Piaggio, além do já criado com a Airoh para desenvolver o capacete com airbag.

A Autoliv declarou que os seus airbags para motos entrarão em produção no primeiro trimestre de 2025, como parte do ambicioso objetivo da marca em salvar 100.000 vidas por ano até 2030. Atualmente a Autoliv estima que o seu equipamento de segurança salva cerca de 35.000 vidas por ano, pelo que a perspetiva de reduzir as mortes relacionadas com motos pode ser um passo significativo para atingir este objetivo.

Apesar de a Honda ter equipado a Gold Wings com airbags em duas gerações da moto, a partir de 2006, a tecnologia não ganhou aderência. A Autoliv acredita que, ao implementar airbags em motos e scooters de pequena cilindrada, segmentos que dominam os mercados, especialmente na China e na Índia, tem grandes probabilidades de salvar um grande número de vidas. 

Os motivos que levam a Autoliv a explorar esta solução de segurança inovadora foram a fraca adesão ao uso de capacetes e a grande presença de motos no trânsito das grandes cidades, sobretudo em países como a China e Índia.

O sistema de airbag da Autoliv é  semelhante ao das Honda Gold Wing, insuflando um “saco” à frente do condutor em caso de uma colisão frontal e foi desenvolvido para ser instalado em scooters e na maioria das motos com posições de condução vertical  já que as motos desportivas, com a sua posição de condução inclinada para a frente, são um desafio mais difícil porque a cabeça do motociclista está mais próxima do ponto de impacto.

O sistema de airbag da Autoliv para motos é composto por sensores, uma unidade de controlo eletrónico e o próprio airbag, accionado por meio de um sinal elétrico que irá dar início à reação química de forma a enchê-lo em milissegundos.

As semelhanças do sistema com o já utilizado há vários anos nos automóveis, tornam-no numa solução de segurança relativamente barata de instalar nas motos.

Face à falta de um “capô”, como nos carros, o maior desafio que a Autoliv teve de ultrapassar para incorporar o airbag nas motos foi o de diminuir o tempo de reação dos airbags, tornando a sua ação suficientemente rápida após o impacto (falamos de milésimas de segundos nesta reação).

Apesar de o airbag se destinar apenas a ser eficaz em colisões frontais, a Autoliv considera-o como parte de uma solução de segurança holística. A empresa também está a desenvolver airbags em forma de equipamento, como coletes ou mochilas. Ainda assim, acredita que os airbags montados nas motos são provavelmente mais eficazes na redução de mortes e ferimentos, uma vez que não dependem da utilização de equipamento adequado por parte dos motociclistas.

Dada a relação existente entre a Autoliv e a Piaggio, é provável que as primeiras versões de produção do airbag apareçam numa das motos do fabricante italiano, que inclui a Aprilia, Vespa e Moto Guzzi. Já em 2022, a Piaggio mostrou uma versão protótipo da scooter MP3 equipada com airbag, na EICMA 2022, em Milão, pelo que há uma forte probabilidade de que este modelo esteja entre os primeiros a receber o sistema.

Contudo, espera-se ainda que a Autoliv ofereça o seu sistema de airbag a qualquer outro fabricante que queira adotá-lo, por isso, da mesma forma que muitas marcas de motos utilizam, por exemplo, os mesmos sistemas de travagem ABS da Bosch, várias empresas poderão acabar por utilizar os mesmos airbags Autoliv no futuro.

Notícias relacionadas

KTM AG agora é maioritária na MV Agusta

Marcelo Nunes

Melhores motocicletas para mulheres

Marcelo Nunes

BMW Motorrad promete scooter C 400 X no Brasil em breve

Marcelo Nunes

Deixe um comentário