fbpx
The Riders Histories
Mundo SpeedRiders-Speed

BAGNAIA: A CAMINHADA DE RUMO AO SEGUNDO TÍTULO

Graças à vitória no final de temporada no GP de Valencia, Francesco  Bagnaia garantiu o seu segundo título mundial na categoria rainha. Foi o seu segundo título consecutivo, um ano depois de fazer história ao se tornar no primeiro piloto italiano a vencer no MotoGP com uma moto italiana no ano passado.

MOTOGP: A CAMINHADA DE BAGNAIA RUMO AO SEGUNDO TÍTULO NA ‘MASTER CLASS’

Em 2023, o piloto de 26 anos nascido em Chivasso, Turim, reconfirmou-se como o melhor aluno da Academia VR46 de Valentino Rossi. Ao longo da última temporada de MotoGP, alcançou 7 vitórias nos 20 GPs e 4 vitórias nas corridas Sprint de sábado, introduzidas este ano no programa do evento.  

A caminhada de Pecco para o título foi imparável, desde a sua primeira vitória no Grande Prémio inaugural em Portimão, ao sucesso inesquecível em Jerez, ao triunfo diante do seu público em Mugello, até às suas grandes vitórias na Holanda e na Áustria. Pelo meio, Pecco teve um dramático acidente em Barcelona, ​​do qual saiu com contusões mas sem fracturas, e isso de alguma forma travou a sua ascensão.

Leia também:

Com Jorge Martín cada vez mais em sintonia com a sua equipa Pramac Racing, a luta pelo título mundial rapidamente se tornou um confronto direto entre os dois pilotos da Ducati. No entanto, a resposta de Bagnaia não demorou a chegar e com mais uma vitória espectacular na Indonésia, ao regressar da décima terceira posição da grelha, o piloto da Ducati Lenovo Team retomou a subida ao topo do Campeonato do Mundo.

Na emocionante final de Valência, Bagnaia lagou do primeiro lugar da grelha após uma grande penalidade para Viñales (Aprilia) no aquecimento e o piloto de Chivasso aproveitou ao máximo a sua vantagem com uma grande partida. Na curva 1 da segunda volta, Martin travou tarde para tentar assumir a liderança de Pecco, mas tocaram-se e o espanhol teve uma saída de pista. Martin não desistiu, mas uma queda na sexta volta, encerrou a batalha pelo título. Bagnaia herdou a liderança na volta 19, quando Miller (KTM) caiu na Curva 11.

“O Pecco teve uma temporada incrível e hoje reescreveu a nossa história novamente, tornando-se o primeiro piloto da Ducati a ser bicampeão mundial de MotoGP.” Começou por dizer Claudio Domenicali, CEO da Ducati. “Quero também parabenizar o Jorge por ter iniciado o duelo pelo título e o Bez, que há muito tempo faz parte da disputa do Mundial. O pódio na classificação geral do MotoGP premeia três pilotos Ducati e esta é a maior e mais evidente demonstração da nossa supremacia na principal competição de duas rodas. Confirmar-nos nestes níveis depois da fantástica temporada de 2022 foi um desafio complexo, que acolhemos com paixão e orgulho.”

“A competência e dedicação com que todos trabalharam durante esta temporada permitiram-nos melhorar os resultados do ano passado, somando os títulos mundiais de Supersport aos títulos mundiais de MotoGP e Superbike. A todas as mulheres e homens da Ducati e da Ducati Corse quero dizer que não poderia estar mais orgulhoso, enquanto aos ‘Ducatisti’ prometo que nem desta vez estamos satisfeitos, trabalharemos para vencer de novo.” Concluiu Domenicali.

Pecco Bagnaia é agora tricampeão mundial, se aos dois títulos na categoria rainha de 2023/23, somarmos o título mundial de Moto2 em 2018. Para a Ducati é agora altura de celebrar o Campeonato do Mundo de MotoGP, mas também os títulos conquistados em Superbike e Supersport. O encontro está marcado para o dia 15 de dezembro em Bolonha, quando todos os protagonistas destes sucessos celebrarão juntamente com o público mais uma temporada inesquecível.

Os três títulos mundiais de Francesco Bagnaia

GPs disputados: 191 (86 x MotoGP, 36 x Moto2, 69 x Moto3)

Primeiro GP: Qatar 2013 (Moto3)

Vitórias em GP’s: 28 (18 MotoGP)

Vitórias em sprint: 4

Primeira vitória em GP’s: Aragão 2021 (MotoGP), Qatar 2018 (Moto2), Holanda 2016 (Moto3)

Pole positions: 25 (18 MotoGP)

Primeira pole: Qatar 2021 (MotoGP)

Títulos mundiais: 3 (MotoGP, 2022 2023, Moto2 2018)

Acesse nossas sessões Riders CustomRiders Speed, Riders TrailRiders ElétricaRiders Cross e fique ligado nas novidades! Moto

MOTOGP, JORGE LORENZO: “ACOSTA ESTÁ PREDESTINADO A SER CAMPEÃO DO MUNDO”

A temporada de 2024 de MotoGP traz vários pontos de interesse, sendo que um deles é a estreia de Pedro Acosta na categoria principal. Jorge Lorenzo deixa bastantes elogios ao seu compatriota, dizendo que espera grandes coisas dele no MotoGP.

“Brutal. Sem palavras para aquilo que o Pedro Acosta tem feito nestes três anos. No ano passado, ele não lutou pelo título de Moto2 devido à lesão que teve, mas acho que ele é predestinado. Está predestinado a ser campeão do mundo, já foi no Moto3 e Moto2, mas vai ser no MotoGP”, disse, em declarações à DAZN.

“Acho que pilotos como o Pedro Acosta nascem a cada dez anos. Ele tem tudo. Tem talento, é disciplinado, trabalha, puxa-se a si próprio, ganha corridas como se estivesse a comer ou a dormir. Ele vê isso como normal. Tem uma ambição excessiva, fora de pista também. É uma pessoa muito simpática, humilde, natural, engraçada, toda a gente gosta dele. Ele tem tudo”, referiu.

Notícias relacionadas

Galeria de fotos: Honda CB 300F Twister fica ainda mais radical

The Riders

WorldSBK | Razgatlioglu Triunfa Enquanto Bautista Sofre Queda na Rodada Italiana do Mundial de Superbike

The Riders

A Kawasaki volta a apostar no segmento desportivo de média cilindrada com uma atraente unidade motriz de 4 cilindros em linha.

The Riders