fbpx
The Riders Histories
Clássicas

Históricas: Alcyon (1902-1958), a marca francesa que se extinguiu sem deixar rasto

A Alcyon nasceu pouco depois da Peugeot e chegou a ser um forte produtor de motos, participando com grande sucesso no TT da Ilha de Man de 1912 com motores de 348cc… Desapareceu silenciosamente em 1958, depois de mais de meio século dedicado ao motociclismo.

No princípio do século passado, foram muitos os fabricantes que primeiro se distinguiram na construção de bicicletas e só depois chegaram à produção de motos. Foi esse o caso da Alcyon, uma das primeiras marcas francesas dedicadas às duas rodas, fundada em 1902 por Edmond Gentil em Neuilly-sur-Seine, quatro anos depois da Peugeot revelar a sua primeira moto com um motor De Dion-Bouton no Salão de Paris de 1898.

Depois das biciletas, a Alcyon começou a trabalhar em veículos motorizados de duas rodas em 1904, e para projetar a sua primeira moto recorreu ao fabricante suíço de motores ZL, também conhecida como Zedel ou Zürcher e Luthi. Essa colaboração dá origem a uma moto de 350cc.

ALCYON DE 1904 COM MOTOR SUIÇO ZEDEL

A ascenção

Sendo a Alcyon o seu maior cliente, a Zedel decide instalar-se em França, evitando assim os impostos de importação. Com o passar dos anos, o fabricante de motores entra no capital do fabricante francês, antes de ser absorvida em 1907. Ao mesmo tempo, o piloto e fabricante de motores Alessandro Anzani, projetista em particular do motor do avião Blériot que cruzou o Canal da Mancha em 1909, traz o seu know-how para o fabricante francês.

A ALCYON TOURISTE 350 JAP DE 1925

Muito rapidamente, a Alcyon obtém grande sucesso comercial com uma gama de pequenas cilindradas a V-twins de quatro tempos. Do lado da competição, a marca acumula honrarias seja com as suas motos, ou mesmo com as suas bicicletas que somam 14 vitórias no Tour de France. Ao longo dos anos, a Alcyon continuou a desenvolver-se ao ponto de absorver outras marcas, incluindo Armour, Diamant, Labor, Thomann e até a Olympique.

Notícias relacionadas

HISTÓRIA DAS MOTOCICLETAS: SUZUKI 1100 KATANA

Marcelo Nunes

História: Os sidecars inquebráveis da Husqvarna

Marcelo Nunes

Harley-Davidson WLC 1942.

Marcelo Nunes

Deixe um comentário