fbpx
The Riders Histories
Notícias

Moto Guzzi V100 e V100S Mandello – Aprimuradas em tecnologia… mas vale a pena?

Numa análise detalhada à V100 e V100 S Mandelo de 2023, facilmente percebemos que a ‘S’ carrega novas tecnologias, como há muito não se via nas motos de Mandello Dell Lario. Mas a questão é… Vale a pena pagar até 18.499€ para usufruir de todos os seus sistemas de assistência?

À primeira vista, a ‘sobretaxa’ que pagamos para usufruir da versão S da Moto Guzzi V100 Mandello, parece-nos algo alta. Ou seja, são cerca de 2600€ que facilmente podemos meter ao bolso adquirindo a versão standard V100 com um PVPR de 15.899 euros.

Função compartilhada pela V100 e V100S são os flaps extensíveis (deflectores de vento que – dependendo do modo de condução abrem ou fecham a partir de uma velocidade livremente selecionável entre 30 e 95 km/h, assim como a velocidades mais altas e com mau tempo. Até aqui não existem diferenças entre uma e outra versão, mas depois as coisas mudam…

Diz quem já a experimentou (que não é o meu caso, infelizmente) que a ‘coisa’ funciona bem em auto-estrada e com a chuva a bater no corpo. Os joelhos e as coxas, mas também o meio do corpo, ficam protegidos do vento e, portanto, também da chuva pelas abas laterais da V100 Mandello. E, por outro lado, quando a temperatura externa é muito alta, faz uma diferença notável se o ar do motor chega ao condutor ou não. O sistema aerodinâmico adaptativo, como a Moto Guzzi o chama grandiosamente, não é apenas para exibição, mas um passo significativo em termos de conforto de condução e adequação para viagens!

Diferenças entre a Guzzi V100 e a V100S

No geral, a versão S difere da Guzzi básica em cinco características: QuickshifterConectividade Moto Guzzi MIA, Punhos aquecidos, Sistema de Monitorização da Pressão dos Pneus TPMS, Suspensão semi-activa Öhlins ajustável eletronicamente. Analisemos então…

O primeiro Quickshifter da Guzzi

Este é o primeiro ano em que a tradicional marca italiana oferece um assistente de mudanças de marcha. Isso permite aumentar e diminuir a marcha sem recurso à embraiagem, de acordo com a teoria. Na prática, é uma comodidade extrema que facilta e torna mais rápida a troca de marchas, mas diz quem a experimentou que encontrar o ponto-motor é quase a mesma coisa que ganhar a lotaria. No entanto, é preciso dar crédito aos engenheiros de Mandello del Lario de que os requisitos para uma troca automática de marchas neste motor não eram fáceis. O V2 longitudinal ainda áspero em combinação com o cardan drive, sem dúvida, não é uma base ideal e até mesmo fabricantes conhecidos falham com a combinação de cardan e quickshifter.

Aqui devemos mencionar as tentativas da BMW nos modelos boxer e, mais recentemente, da Triumph na grande Tiger, embora a BMW e especialmente a Triumph instalem quickshifters de desempenho quase perfeito em outros modelos. O assistente de mudança também está disponível como acessório para a versão padrão da V100 por um custo adicional de 190 euros.

Conectividade Moto Guzzi  (MIA)

Este é o primeiro ano em que a tradicional marca italiana oferece um assistente de mudanças de marcha. Isso permite aumentar e diminuir a marcha sem recurso à embraiagem, de acordo com a teoria. Na prática, é uma comodidade extrema que facilta e torna mais rápida a troca de marchas, mas diz quem a experimentou que encontrar o ponto-motor é quase a mesma coisa que ganhar a lotaria. No entanto, é preciso dar crédito aos engenheiros de Mandello del Lario de que os requisitos para uma troca automática de marchas neste motor não eram fáceis. O V2 longitudinal ainda áspero em combinação com o cardan drive, sem dúvida, não é uma base ideal e até mesmo fabricantes conhecidos falham com a combinação de cardan e quickshifter.

Aqui devemos mencionar as tentativas da BMW nos modelos boxer e, mais recentemente, da Triumph na grande Tiger, embora a BMW e especialmente a Triumph instalem quickshifters de desempenho quase perfeito em outros modelos. O assistente de mudança também está disponível como acessório para a versão padrão da V100 por um custo adicional de 190 euros.

Conectividade Moto Guzzi  (MIA)

Na Guzzi V100 Mandello podemos trabalhar com os punhos aquecidos rapidamente. A questão é… vale a pena no inverno ou numa noite fria de verão (hoje perfeitamente possível com as alterações climáticas).. e pouco mais. Quanto aqueles que querem usar a V100 para viajar e/ou durante todo o ano, não podem nem devem fugir a este investimento.

Sistema de Monitorização da Pressão dos Pneus (TPMS)

E chegamos ao TPMS A situação com o sistema de monitorização da pressão dos pneus é um pouco diferente. Por um lado, é um dispositivo de segurança que pode evitar acidentes, por outro lado, se o formos verificar cuidadosamente antes de iniciar cada viagem, é uma boa forma de encontrar algum defeito , mas se houver uma perda repentina de pressão, o sistema não poderá fazer qualquer coisa.

Suspensão Öhlins semi-ativa

Uma das grandes vantagens da Guzzi V100S é a sua suspensão semi-activa Öhlins Smart EC 2.0. Nomes como Fireblade, Tuono Factory ou Panigale V4 S veem-nos à mente. As opções de configuração das Öhlins são múltiplas. Grosso modo, oferece dois modos automáticos (A1,A2) e dois manuais (M1,M2). Com A1 e A2, a configuração pode ser ajustada para cima e para baixo em 5 etapas a partir do valor base, enquanto M1 e M2 permitem configurações em nada menos que 31 níveis. O único componente que não pode ser ajustado eletronicamente é a pré-carga da mola na parte traseira, para isso existe um manípulo no lado esquerdo da moto.

Acessórios originais úteis para as Moto Guzzi V100 e V100 S:

  • Área do pára-brisas Touring +35% – para todos que precisam de ainda mais proteção contra o vento e as intempéries.
  • Altura do assento acessório + 20 mm ou -15 mm e aquecível – para pessoas grandes, pequenas e mimadas
  • Conexão USB no cockpit – para quem tem sede de energia
  • Conjunto de malas que se encaixam nos recessos elegantes – para viajantes com estilo

Inscreva-se em nosso Canal no YouTube: The Riders e conheça histórias incríveis do mundo biker!

fonte: https://motomais.motosport.com.pt/motos/moto-guzzi-v100-e-v100s-mandello-aprimuradas-em-tecnologia-mas-vale-a-pena/

Notícias relacionadas

Como evitar o coronavírus trabalhando sobre duas rodas.

Marcelo Nunes

Honda CB1000 Hornet 2025: Novos Detalhes Vêm à Tona

Marcelo Nunes

CG 160 da Honda agora é linha 2024; veja preços e tudo o que mudou

Marcelo Nunes

Deixe um comentário