fbpx
The Riders Histories
Mundo SpeedRiders-Speed

MOTOGP, BOM ARRANQUE E RITMO EM CRESCENDO VALEM SEXTO LUGAR A MIGUEL OLIVEIRA

Miguel Oliveira concluiu hoje o Grande Prémio de San Marino no sexto lugar, num fim de semana que foi em crescendo. Para hoje, o luso beneficiou de um bom arranque e guardou o seu melhor ritmo para o final, algo que lhe permitiu ultrapassar Marc Márquez e terminar na sexta posição.

Oliveira começou o domingo no warm up, a sessão de dez minutos que antecede a corrida e em que os pilotos têm um curto espaço de tempo para testar as afinações das motos para a corrida principal. O luso terminou esta sessão no 19.º lugar, tendo efetuado um total de seis voltas, com a sua melhor a ser 1:32.785 minutos, ficando a um segundo exato do tempo de Francesco Bagnaia, líder da sessão.

No arranque, Oliveira conseguiu ganhar três posições, subindo ao sétimo posto, à frente de Marc Márquez e atrás de Maverick Viñales, que tentou atacar no início da segunda volta, mas o homem da Aprilia manteve a posição. Umas voltas mais tarde, Oliveira beneficiou da queda de Brad Binder, subindo ao sexto posto, ainda atrás de Viñales e à frente de Marc Márquez, num grupo muito próximo. Pouco depois, Márquez passou e Oliveira regressou ao sétimo lugar, depois de cometer um erro e alargar a trajetória.

A 15 voltas do fim, Oliveira recebia um aviso de limites de pista, com Marc Márquez a fugir-lhe e Álex Márquez atrás de si. Atrás de Oliveira, Raúl Fernández ultrapassava Álex Márquez e colocava-se atrás do seu colega de equipa. À entrada para as últimas cinco/seis voltas, o ritmo de Oliveira ia aumentando e o luso estava encostado a Marc Márquez, passando depois para o sexto lugar. E foi na sexta posição que Miguel Oliveira terminou, beneficiando de um bom arranque e de um ritmo em crescendo.

fonte:https://www.motosport.com.pt/moto-gp/motogp-bom-arranque-e-ritmo-em-crescendo-valem-sexto-lugar-a-miguel-oliveira/

Notícias relacionadas

Ducati veloz no teste final privado de Aragão

Marcelo Nunes

Zarco aceita desafio da Honda e substitui Rins na satélite LCR na temporada 2024

Marcelo Nunes

MotoGP, 2023 – Rins convalesce

Marcelo Nunes

Deixe um comentário