fbpx
The Riders Histories
Mundo SpeedRiders-Speed

MV Agusta Brutale 1000 RR Assen – série limitada de 300 exemplares

Passaram quase 50 anos desde a última vitória de uma MV Agusta na “Universidade das Motos”, o circuito de Assen que praticamente sempre acolheu o campeonato do mundo de velocidade: o construtor sediado em Varese é, além disso, o construtor italiano mais bem sucedido e o terceiro na lista de honra da pista holandesa, com um último sucesso alcançado por um dos maiores de todos, Giacomo Agostini.

Para celebrar este período emocionante, nasce a Brutale 1000 RR Assen. Será produzida à mão em Itália, em apenas 300 exemplares numerados, para uma edição limitada que resulta da colaboração direta com o circuito de Assen. A “Catedral da Velocidade”, que acolheu o TABAC Classic GP de 8 a 10 de setembro, assinou de facto um acordo com a MV Agusta que reforça a relação entre a empresa e o circuito, cujo primeiro fruto é uma moto decididamente exclusiva.

A base técnica é a versão 2023 da Brutale 1000 RR, que traz actualizações técnicas em muitos aspectos, a começar pela caixa de velocidades eletrónica, que é mais rápida e suave no engate devido a modificações de hardware e software.

O motor é o quatro cilindros em linha de 998 cc de alto desempenho, capaz de produzir 208 cv (153 kW) às 11.000 rpm e 116,5 Nm às 11.000 rpm, o que dá à moto uma velocidade máxima de mais de 300 km/h, bem como uma aceleração de 0-100 km/h em 3,15 s e 0-200 km/h em 8,30 s. A relação peso-potência de 1,1 cv/kg é alcançada graças a um peso a seco de 186 kg (197 kg em ordem de marcha). Confirmados estão a caixa de seis velocidades amovível, o controlo de binário com 4 mapas, o controlo de tração comutável com 8 níveis de intervenção e o controlo do wheelie gerido pela plataforma de inércia que também coopera com o ABS Continental com função cornering.

A suspensão inclui uma forquilha Öhlins Nix EC totalmente ajustável, com 120 mm de curso, e um monoamortecedor Öhlins EC TTX totalmente ajustável, que também proporciona 120 mm de curso da roda.

A coloração específica da “Assen”, centrada no Nordic Blue, Ago Silver e Gold, caracteriza esta versão especial onde encontramos também jantes ultraleves em fibra de carbono Rotobox, que, graças a uma tecnologia de construção própria, apresentam raios ultrafinos. A fibra de carbono é também utilizada em muitas outras peças: as proteções que protegem os coletores de escape em ambos os lados da moto, todos os elementos estilísticos e funcionais que acompanham o conjunto de luzes dianteiras, bem como os painéis na área do depósito.

A pintura inclui algumas partes do quadro em prateado, como as placas laterais em alumínio e o braço oscilante de uma face, enquanto o assento é estofado em Alcantara azul, uma cor que encontramos no depósito com uma dupla cor azul/prata e acabamento brilhante.

A Brutale 1000 RR Assen é entregue com um Kit Racing: mais potência e menos peso, bem como mais exclusividade. Encontramos no kit os tubos de escape Arrow em titânio completos com unidade de controlo dedicada para atingir a potência de 212 cv às 13.600 rpm, alavancas de travão e embraiagem maquinadas em CNC em preto, cobertura em fibra de carbono para o banco do passageiro e tampa em alumínio, esta última peculiar graças à dupla cor dourada e preta. A capa da moto e o certificado de autenticidade também estão incluídos.

Inscreva-se em nosso Canal no YouTube: The Riders e conheça histórias incríveis do mundo biker!

fonte:https://motorcyclesports.net/pt/mv-agusta-brutale-1000-rr-assen-serie-limitada-de-300-exemplares/

Notícias relacionadas

Baby Fireblade: Honda CBR 250 RR SP é sofisticada para sua categoria

Marcelo Nunes

Jorge Lorenzo, que caiu na primeira curva, responsabiliza Marc Márquez

Marcelo Nunes

Yamaha lança YBR 125 inspirada no MotoGP

Marcelo Nunes

Deixe um comentário