fbpx
The Riders Histories
Riders Elétricas

TESLA CYBERTRUCK CYBERTRUCK: Tão Bom Quanto a CBR650R

O “TESLA CYBERTRUCK” DAS MOTOS EXISTE E É TÃO BOM QUANTO UMA HONDA CBR650R

Contamos tudo sobre a Infinite Machine P1, com uma estética futurista o TESLA CYBERTRUCK e que tem o preço de uma Honda CBR650R. Conheça ela.

A empresa americana Infinite Machine localizada em Nova York apresentou seu primeiro desenvolvimento: uma scooter elétrica chamada Infinite Machine P1 que carrega uma verdadeira estética futurista. Inspirada na metrópole nova-iorquina, o objetivo da empresa era oferecer uma alternativa de mobilidade muito mais inteligente que o automóvel e que se junta à tendência de redução do consumo de combustível.

A estética futurista desta scooter é o que mais chama a atenção. Caracteriza-se por um design marcado e distinto cheio de linhas retas e muitas arestas. O que lembra a carroceria do Tesla Cybertruck , a picape da empresa de Elon Musk. O conjunto desta scooter está dividido em dois blocos: o frontal com uma barra diagonal onde fica escondido o garfo e o traseiro onde estão alojados o motor e as baterias.

Leia também:

Motor e potência

O motor Infinite Machine P1 declara uma potência máxima de 12 kW (aproximadamente 16 HP). Certamente poderia ser homologado como ‘125’ na Europa e possui bateria de 4,3 kWh e 72 V. Promete aceleração de 0 a 90 km/h em poucos segundos , ao mesmo tempo em que oferece autonomia de 100 km. A bateria é intercambiável e pode ser recarregada em uma tomada doméstica.

Esta scooter oferece quatro modos de condução: Eco, Performance, Reverse (para facilitar as manobras estacionárias) e Turbo Boost que eleva ao máximo o desempenho da Infinite Machine P1.

Tecnologia

Em termos de tecnologia, permite emparelhar o telefone através de uma aplicação baseada no Apple CarPlay, pelo que só funcionará com iPhone. Esta mesma conectividade permite que a scooter seja atualizada através da nuvem e ainda beneficie de um sistema anti-roubo por satélite que permite trancar a moto remotamente. Tudo gerenciado pelo celular.

Um destaque é o conceito de sistema modular, que é claramente visto na traseira . Aí, as tampas laterais podem ser removidas para adicionar compartimentos de bagagem externos, com alforjes ou baterias adicionais conectáveis ​​para aumentar sua autonomia. Existem também espaços em toda a scooter, como no contra-escudo, debaixo do assento ou junto às pernas.

A empresa oferece apenas duas cores, preto ou cinza, o que mantém a característica futurista desta motocicleta e o prazo de entrega é de um ano ou um ano e meio. Ainda não há notícias sobre a sua chegada ao mercado europeu. Teremos que ver como será o experimento em Nova York…

Acesse nossas sessões Riders CustomRiders Speed, Riders TrailRiders ElétricaRiders Cross e fique ligado nas novidades!

Notícias relacionadas

Felo FW-06, uma furiosa scooter elétrica esportiva de 125 km/h

Marcelo Nunes

Verge TS Ultra 2024: A Moto com Inteligência Artificial e 204 HP

Marcelo Nunes

Honda anuncia alguns dos modelos que apresentará no Japan Mobility Show

Marcelo Nunes

Deixe um comentário