fbpx
The Riders Histories
Riders Cross

EI2023, A Honda quer o título de 2023!

Os pilotos da equipe Honda Racing que disputam o Enduro de Regularidade são patrocinados por Pro Honda, DID, Fly, ASW, Michelin, Borilli Racing, NGK e Honda Seguros. Confira as expectativas de cada um:

Bruno Crivilin / categoria Elite (moto CRF 250RX) – “Estou ansioso para correr o Independência de novo, fui vice da Elite no ano passado. O primeiro dia tem mais de nove horas de disputas, então a prova vai ser bem longa. Tem que ir dosando, não adianta forçar. O importante é se concentrar bem na navegação e seguir. Vou dar o melhor, como sempre, e espero escrever meu nome nessa taça esse ano”.

Tiago Wernersbach / categoria Elite (moto CRF 450RX) – “As expectativas são as melhores e eu estou bem-preparado, tanto na parte da navegação quanto no preparo físico. Vão ser quatro dias bem longos, só o último que será um pouco menor. Tenho certeza de que vai ser bem cansativo, mas vou em busca do título”.

Gabriel Soares / categoria Graduado (moto CRF 450RX) – “Estou muito animado, corri a primeira vez no Enduro da Independência em 2018 e agora será a minha segunda participação. É uma prova bem legal, bem conhecida no cenário do enduro de regularidade. Está tudo certo para a largada, eu, a equipe e a moto estamos preparados. Vou buscar o melhor resultado para a Honda Racing”.

Dário Júlio / chefe equipe Honda Racing e piloto categoria Over 35 (moto CRF 250RX) – “O Independência é o enduro de regularidade mais tradicional do Brasil. Eu ganhei o meu primeiro título na categoria principal em 2007 e, depois de tantos anos, a prova ainda mexe comigo e com todos os pilotos de regularidade. A expectativa é grande, a Honda Racing chega com uma equipe muito forte e estamos bastante animados para a prova”.

Bárbara Neves / categoria Feminina (moto CRF 250F) – “Eu estou muito motivada para o Enduro da Independência, que é uma prova muito bacana. Vamos ter etapa maratona, o que é diferente para mim. Espero defender o título e trazer ótimos resultados para a equipe. Minha moto e meus equipamentos estão todos prontos. Eu ainda não competi em Paraty, vai ser ótimo passar por trilhas e cidades diferentes, como Ouro Branco, que eu também não conheço”.

41ª edição do Enduro da Independência
Paraty (RJ) a Ouro Branco (MG)

Programação*
5/9 – Terça-feira
Local: Praia do Pontal – Paraty (MG)
12h – Abertura da secretaria de prova
19h – Cerimônia de abertura / briefing

6/9 – Quarta-feira
1º dia – Paraty (MG) a Baependi (MG) – 288,41 km (287,45 km para a classe Feminina)
5h31 – Largada do primeiro piloto – Praia do Pontal – Paraty (MG)
14h50 – Chegada dos pilotos – Praça Monsenhor Marcos – Baependi (MG)
19h – Divulgação dos resultados

7/9 – Quinta-feira
2º dia – Baependi (MG) a Barbacena (MG) – 262,72 km (263,87 km para a classe Feminina)
6h31 – Largada do primeiro piloto – Praça Monsenhor Marcos – Baependi (MG)
14h50 – Chegada dos pilotos – Parque de Exposições – Barbacena (MG)
19h – Divulgação dos resultados

8/9 – Sexta-feira
3º dia – Barbacena (MG) a Ouro Branco (MG) – 201,61 km (185,21 km para a classe Feminina)
6h30 – Largada do primeiro piloto – Parque de Exposições – Barbacena (MG)
13h15 – Chegada dos pilotos – Calçadão – Parque da Cidade – Ouro Branco (MG)
19h – Divulgação dos resultados

9/9 – Sábado
4º dia – Ouro Branco (MG) a Ouro Branco (MG) – 123,82 km (124,65 km para a classe Feminina)
7h – Largada do primeiro piloto – Parque de Eventos – Ouro Branco (MG)
11h57 – Chegada dos pilotos – Parque da Cidade – Ouro Branco (MG)
17h – Premiação – Parque da Cidade – Ouro Branco (MG)

Percurso total: 876,56 km (861,18 km para a classe Feminina)

Inscreva-se em nosso Canal no YouTube: The Riders e conheça histórias incríveis do mundo biker!

fonte: https://motoraid.com.br/ei2023-a-honda-quer-o-titulo-de-2023/

Notícias relacionadas

CN SUPERCROSS, ANTEVISÃO: RICARDO FREIRE REGRESSA ESTE ANO AO SX

Marcelo Nunes

Honda CRF 250F 2022

Marcelo Nunes

Mitas conquista os terrenos arenosos do motocross

Marcelo Nunes

Deixe um comentário