fbpx
The Riders Histories
Mundo SpeedRiders-Speed

Kawasaki prepara uma nova Ninja ZX-10R 2024?

Notícias do Japão dão conta que a Kawasaki poderá aproveitar a homologação Euro 5+ – que vai entrar em breve em vigor – para apresentar uma nova Ninja ZX-10R que significará uma mudança radical, tanto na vertente dinâmica como estética, servindo os interesses não só do público em geral como do próprio Jonathan Rea no Mundial de SBK.

O novo modelo deve fazer sucesso não apenas nos stands da marca, como também no Mundial de SBK onde Jonathan Rea precisa desesperadamente voltar aos triunfos, já que o seu último título data de 2020 e desde então, primeiro a Yamaha, e depois a Ducati, têm dominado nas pistas. E estas são duas razões suficientemente fortes para os japoneses de Akashi estarem a trabalhar fortemente para oferecer um novo míssil verde, que também permitiria ao norte-irlandês Rea alcançar aquele que seria o seu sétimo título mundial em 2024. A ZX-10R nasceu com o espírito de competição nos seus genes e ao que parece a nova versão não lhe ficará atrás para brilhar nos circuitos.

Um dos aspectos a que a Kawasaki possivelmente recorrerá é a tecnologia VAI (Variable Air Intake) , um sistema de admissão variável que se adapta a diferentes características, dependendo se o quatro cilindros gira em baixas ou altas rotações. Isso permite melhorar o desempenho do motor numa ampla faixa de rotações.

As melhorias estendem-se à base da ciclística, incidindo no quadro e no braço oscilante. Outras inovações podem ser uma carenagem de fibra de carbono para economizar o máximo de peso possível nessa seção. A aerodinâmica deve significar outro aspecto relevante da futura Ninja ZX-10R, a começar pelas inevitáveis ​​(e por vezes controversas) asas ou winglets.

Quanto ao motor, tal como relatado pelos nossos colegas japoneses da Young Machine, a marca de Akashi poderá experimentar diferentes tipos de propulsores, “screamer”, “big bang” e outros. Nestas imagens geradas por computador, fica-se com uma ideia do que será a futura Kawasaki Ninja ZX-10R . Uma moto muito aguardada pelos fãs da ‘Kawa’, mas também por Jonathan Rea que defende as cores da marca no Mundial de Superbike.

A concorrência está muito forte

A Ducati está em grande forma, tanto para o MotoGP como para o SBK. A Panigale V4R, a moto de produção mais forte da empresa, possui um enorme winglet e uma potência máxima de 218 CV. Além disso, a BMW M1000RR, que leva a marca BMW 4 Wheel Racing “M”, é baseada na S1000RR, que possui uma manivela de rotação inversa e um sistema de válvula variável, e está equipado com uma variedade de peças aerodinâmicas de carbono, e tem uma saída nominal de 212 CV.

A atual Kawasaki Ninja ZX-10R que em Portugal tem um PVPR de 31.490 euros, debita a partir do seu quatro cilindros em linha uma potência máxima de 204 CV para um peso de 206 kg, valores que na nova Ninja de 2024 com admissão variável (VAI) seriam certamente mudados para se aproximar da concorrência.

Fonte: Young Machine

Notícias relacionadas

Pilotos Honda estão prontos para a 6ª etapa do SuperBike Brasil 2023 em MG

Marcelo Nunes

MOTOGP, FRANCO MORBIDELLI: “É BOM OUVIR QUE ALGUÉM TE QUER”

Marcelo Nunes

Honda CBR650R melhorada na ciclística, suspensão e com Euro 5

Marcelo Nunes

Deixe um comentário