fbpx
The Riders Histories
Mundo SpeedRiders-Speed

Triumph Daytona 660 e suas Rivais: O Mundo das Médias

Descubra agora no The Riders o fascinante universo das desportivas médias, liderado pela icônica Triumph Daytona 660. Nos anos 90, o segmento ganhou destaque na Europa, e agora, diversas concorrentes buscam a mesma versatilidade que conquistou os motociclistas. 🏍️✨ #TriumphDaytona660 #DesportivasMédias #TheRiders”

Triumph Daytona 660 e suas Rivais: Explorando o Mundo das Desportivas Médias

Olá Aventureiros da Estrada, saudações do Portal The Riders! 

Hoje, vamos acelerar juntos, conheça essas máquinas que unem desempenho nas pistas e conforto no dia-a-dia.

O mais recente exemplo foi dado pela Triumph Daytona 660 com premissas promissoras que resultam em 95 cv de potência, ou seja 15 CV a mais que a naked Trident 660, cujo motor é fornecido pelo fabricante britânico ao campeonato do mundo de Moto2. De resto, compartilha  o quadro tubular da naked, e monta uma forquilha invertida Showa BP, com monoamortecedor da mesma marca japonesa, com ajuste remoto de pré-carga. Na componente eletrónica não falta o controle de tração, 3 modos de condução e conectividade, além de inúmeras opções extras (a nova Daytona tem mais de 30 acessórios Triumph genuínos para personalizar desempenho, conforto, estilo e utilização).

O peso é de 201 kg em ordem de marcha, e o seu preço no mercado nacional é muito competivo, 9.895 euros. Este preço e as suas características tornam-na apetecível em relação a algumas desportivas médias com preços entre os 9.000 e 12.000 euros, nada menos que cinco rivais difíceis que comentamos em ordem alfabética.

Em resumo, a nova Triumph Daytona 660 é uma desportiva com classe, disso não há dúvidas. Mas… quais são as suas concorrentes diretas?

  • Motor: 3 cilindros paralelos de 660cc
  • Potência: 95 CV @ 11.250 rpm
  • Peso: 201 kg (em ordem de marcha)
  • Preço: 9.895€
  • Disponibilidade: n.d.

Aprilia RS 660

A desportiva de Noale inovou nesta categoria, pois é a que tem o motor mais potente, o quadro mais refinado e a melhor eletrónica, praticamente idêntica à da RSV4.

O potente motor de dois cilindros da Aprilia oferece 100 cv musculados, o seu quadro e braço oscilante de alumínio são rígidos e leves, as suas suspensões são multiajustáveis ​​e a eletrónica é de topo. A qualidade geral é muito elevada, o que significa que o seu preço também sobe muito, já que para a adquirirmos temos que desembolsar 11.999 euros, muito acima da média na sua categoria.

Motor: 2 cilindros paralelos de 659cc

Potência: 100 CV

Peso: 183 kg (seco)

Preço: 11.899 €

Honda CBR650R

A CBR650R tem exatamente o mesmo espírito da CBR600F que fez grande sucesso em 1991. O motor tetracilílindrico em linha de 650cc, assim como aquele 600, é capaz de nos transportar na nossa rotina diária, para a estrada no fim de semana ou para dar algumas voltas em circuito, simplesmente para nos divertirmos. Os seus 95 cv são mais que suficientes para permitir uma boa performance e o quadro em aço é muito nobre, com suspensões Showa, sendo estável ​​e suficientemente ágil.

Além do Controle de Torque Selecionável Honda (HSTC), tem os componentes eletrónicos necessários, sendo também proposta uma versão com embraiagem eletrónica e-Clutch. A CBR 650 R de 2024 tem um preço de 9.860 euros, portanto muito próximo da Daytona 660.

otor: 4 cilindros em linha de 649cc

Potência: 95 CV

Peso: 208 kg (em ordem de marcha)

Preço: 9.860 €

Disponibilidade: 1º trimestre de 2024

Suzuki GSX-8R

Penúltimo modelo deste segmento a desembarcar no nosso mercado, a GSX-8R é baseada na irreverente naked GSX-8S, contando com o mesmo motor bicilíndrico em linha de 776cc com cambota de 270 graus. A componente eletrónica é rica, com modos de condução, controle de tração, acelerador eletrónico, quickshifter e sistema para poupar combustível a baixas rotações. O quadro é tubular de aço, tendo o motor como parte estrutural, e as suspensões são diferentes das da naked, sendo Showa Hitachi Astemo, ajustável apenas na pré-carga da mola traseira.

Leia também:

A nova GSX-8R revela-nos a paixão que procuramos numa moto desportiva, é versátil e foi concebida para satisfazer em qualquer tipo de utilização, seja em cidade ou nas mais sinuosas estradas de montanha; no uso diário ou nos passeios de fim-de-semana. A sua silhueta revela linhas agressivas e superfícies planas, que lhe conferem um ar elegante e equilibrado. Estará disponível em três cores (azul, cinza e preto) nos primeiros meses de 2024.

Motor: Bicilíndrico paralelo de 776cc

Potencia: 83 CV @ 8.500 rpm

Peso: 205 kg (em ordem de marcha)

Precio: n.d.

Disponibilidade: 1º trimestre de 2024

Yamaha R7

A R7 é muito mais do que uma MT-07 com carenagem. O seu quadro foi reforçado onde necessário, e a suspensão e os travões são de grande qualidade, o que, juntamente com a posição de condução, a torna uma moto totalmente diferente e muito mais estável.

A suspensão é KYB totalmente ajustável e os travões estão equipados com potentes pinças radiais de 4 pistões. Isto, juntamente com o bom impulso do motor CP2 e o seu peso reduzido, fazem dela uma excelente moto desportiva, divertida e versátil capaz de fazer revirar os olhos a muitos por onde passa.

Motor: Bicilíndrico paralelo de 689cc

Potencia: 73,4 CV

Peso: 188 kg (em ordem de marcha)

Precio: 9.900 €

Continue navegando no portal The Riders e acelere com a gente! 

Acesse nossas sessões Riders CustomRiders Speed, Riders TrailRiders ElétricaRiders Cross e fique ligado nas novidades! Moto

Notícias relacionadas

Kawasaki 40 Anos: e Série Especial Imperdível

The Riders

MOTOGP, FRANCESCO BAGNAIA (1.º): “QUANDO O JORGE CAIU, RESPIREI UM POUCO”

The Riders

Yamaha R9: Pronta para Dominar as Ruas e as Pistas em 2024!

The Riders