The Riders Histories
Curiosidades

5 motos alucinantes

Kawasaki Ninja ZX-11R

No começo dos anos 90, a ZX-11 foi declarada a moto de produção mais veloz do mundo, chegando a 283 km/h de velocidade máxima. O responsável pelo feito era um motor de quatro cilindros em linha, 1.052 cm³ e arrefecimento líquido, que gerava 145 cavalos de potência máxima a 9.400 rpm. Os números podem não impressionar, quando comparados às motos atuais, mas a Ninja ZX-11 era um foguete quando foi lançada.

Honda CBR 1100 XX SuperBlackbird

A Honda apresentou ao mundo a CBR 1100XX Super Blackbird . Embora a “Double X” (Duplo X), como o modelo ficou conhecido, fosse mais uma sport-touring do que uma superesportiva propriamente dita, seu motor de quatro cilindros produzia 134 cv de potência máxima na primeira versão, ainda carburada. Mas foi no modelo 1999, que a Honda adotou a injeção eletrônica de combustível e a cavalaria saltou para 139 cv, o suficiente para levar o modelo a 290 km/h e tomar o título de moto mais rápida do mundo da Ninja ZX-11.

Suzuki GSX 1300R Hayabusa

ASuzuki apresentou a GSX 1300R Hayabusa, que levava o nome de um falcão peregrino japonês, considerada uma das aves mais rápidas do mundo. Com foco na aerodinâmica e um motor tetracilíndrico de 1.299 cm³ de capacidade, a primeira geração da Hayabusa produzia 178 cv de potência máxima a 9.800 rpm e chegou a 313 km/h, superando, pela primeira vez, a barreira dos 300 km/h. Aqui que a história fica curiosa. Nos anos seguintes, apesar da mesma configuração, os proprietários e pilotos de teste afirmavam que a Hayabusa não passava dos 300 km/h. Foi então que surgiu a polêmica, até hoje incerta, sobre a adoção de um limitador eletrônico de velocidade.

Ducati Panigale V4R

Construída para disputar o Campeonato Mundial de Superbike, a Panigale V4R tem motor de 998 cm³, menor que a V4 (1.103 cm³), mas ainda assim é mais potente: produz 224 cv de potência máxima a 15.250 rpm. Os números podem chegar a até 237 cv com o kit de escapamento racing da Akrapovic, vendido junto com a superesportiva. E, foi justamente nessa configuração, ou seja, preparada para a pista, que o modelo alcançou 331 km/h.

Kawasaki Ninja H2R

Os números superlativos dão uma ideia do que a Kawasaki Ninja H2R é capaz. Com 326 cv de potência, seu motor de quatro cilindros em linha e 1.000 cc conta com um supercharger para chegar a 357 km/h de velocidade máxima! Trata-se da moto de série mais rápida e potente do mundo. Embora seja um modelo de uso exclusivo em pista, a Ninja H2R pode ser encomendada por qualquer mortal que se disponha a pagar os US$ 55 mil dólares (cerca de R$ 300 mil), pedidos pelo modelo nos Estados Unidos.

Notícias relacionadas

Moto de Nicky Hayden está à venda

The Riders

15 motos que marcam história de 50 anos das Honda de 4 cilindros

The Riders

MOTÓDROMOS, OS PRIMEIROS PROBLEMAS.

The Riders