fbpx
The Riders Histories
Mundo SpeedRiders-Speed

MOTO2, QATAR, TL: Aldeguer começa com melhor tempo

Moto2 e The Riders

Fermín Aldeguer, da equipa Sync SpeedUp, começou a temporada de Moto2 no Grande Prémio do Qatar mostrando sua determinação ao conquistar o melhor tempo na sessão de treinos livres.

MOTO2, QATAR, TL: ALDEGUER COMEÇA A ÉPOCA COM O MELHOR TEMPO

Certamente, o piloto espanhol registrou sua melhor volta em 1:58.373 minutos, superando Zonta van den Goorbergh (RW-Idrofoglia Racing GP) por apenas 34 milésimos. Contudo, Celestino Vietti (Red Bull KTM Ajo) ficou em terceiro, a 290 milésimos do líder.

Leia também:

Por exemplo, assim como no Moto3, a primeira sessão do fim de semana de Moto2 é totalmente livre, permitindo que os pilotos usem as duas sessões seguintes para determinar quem avança diretamente para a Q2. Portanto, neste cenário Aldeguer aproveitou para se destacar, preparando-se para a qualificação e a corrida.

Os dez primeiros colocados na sessão foram:

  1. Fermín Aldeguer – Sync SpeedUp – 1:58.373
  2. Zonta van den Goorbergh – RW-Idrofoglia Racing GP – +0.034
  3. Celestino Vietti – Red Bull KTM Ajo – +0.290
  4. Jake Dixon – +0.293
  5. Manuel González – +0.303
  6. Albert Arenas – +0.303
  7. Jeremy Alcoba – +0.317
  8. Bo Bendsneyder – +0.329
  9. Somkiat Chantra – +0.359
  10. Ai Ogura – +0.542

Para resumir, a próxima sessão de treinos de Moto2 está agendada para as 16h05. No entanto, a competição promete emoções intensas com os talentosos pilotos buscando aprimorar seus desempenhos antes das classificatórias.

TRIUMPH TRIPLE TROPHY 2024’ ARRANCA NO QATAR

O ‘Triumph Triple Trophy’ arranca em 2024 paralelamente com o Campeonato do Mundo de Moto2, agora impulsionado pelos fãs.

Na véspera do Grande Prémio de abertura da nova temporada, a Triumph Motorcycles e o MotoGP, revelaram a nova moto do Triumph Triple Trophy 2024, a vencer pelo piloto que apresentar os melhores desempenhos desta temporada. E este ano, pela primeira vez, o vencedor será escolhido pelos fãs.

A arrancar no Circuito Internacional de Lusail, no Qatar, o Triumph Triple Trophy deste ano irá reconhecer e celebrar os pilotos que assinem desempenhos ou recuperações excepcionais num ambiente extremamente competitivo, bem como aqueles que atingirem o maior sucesso desportivo em cada ronda do Moto2. No final da temporada, o vencedor receberá uma Triumph Street Triple RS com pintura personalizada, equipada com o motor tricilíndrico de 765cc do qual deriva o propulsor recordista do Moto2.

Em primeiro lugar, imediatamente após cada Grande Prémio de Moto2, um painel de especialistas em representação da Triumph e do mundo do MotoGP, selecionará uma lista de três pilotos que se tenham destacado.

A escolha levará em conta todo o fim de semana, não apenas a corrida, e reconhecerá a perseverança desportiva, bem como o desempenho absoluto.

Os fãs poderão votar através do canal de Instagram do MotoGP, e a ordem final desses três pilotos será decidida diretamente pelo número de votos dos fãs que cada um receber.

Os pontos em cada GP são atribuídos da seguinte forma:
  • 7 pontos para o piloto com mais votos dos fãs
  • 6 pontos para o piloto com o segundo maior número de votos dos fãs
  • 5 pontos para o piloto com o terceiro maior número de votos dos fãs

Os vencedores anteriores do Street Triple RS são Marco Bezzecchi em 2020, Raul Fernandez em 2021, Jeremy Alcoba em 2022 e Pedro Acosta em 2023.

Steve Sargent, Diretor de Produto da Triumph, disse: “O Triumph Triple Trophy já se realiza a par do Campeonato do Mundo de Moto2 há quatro anos, reconhecendo e ajudando a destacar a incrível profundidade da competição.

Vimos algumas performances notáveis e vencedores dignos, e agora estamos entusiasmados com o anúncio de uma mudança para 2024.

Os fãs de Moto2 podem agora decidir o resultado do Triumph Triple Trophy votando nos pilotos que se destacam em cada fim de semana.

Contudo, ao selecionar a partir de uma lista restrita de três pilotos de cada vez, esperamos que a comunidade de Moto2.

Aprecie a oportunidade de decidir quem vai levar para casa a Street Triple RS de prémio este ano.

Temos visto recordes de voltas a cair todos os anos desde que o nosso tricilíndrico de 765cc chegou ao Moto2 em 2019 e temporadas históricas como a de Pedro Acosta.

O mais recente graduado da Moto2, já a brilhar no MotoGP.

Mas há muitos fatores e muito garra e determinação em todos os Grandes Prémios de Moto2 e é isso que o Troféu, agora alimentado pelos fãs, pretende recompensar.”

Carlos Ezpeleta, Diretor Desportivo da Dorna Sports, acrescentou: 

“A Triumph provou ser um grande trunfo para o Moto2 desde que ingressou no Campeonato, em termos de desempenho – quebrando recordes de volta e desempenhando um papel fundamental na colocação da classe entre o Moto3 e o MotoGP.

E em termos da impressionante fiabilidade que vimos todas as semanas.

Mas, sendo um desporto com ligações tão fortes à indústria global do motociclismo, também estamos muito orgulhosos de represent-la no paddock como fabricantes.

Certamente, dentro desse compromisso, o Triumph Triple Trophy também se tornou um prémio muito cobiçado e estamos muito felizes em apresentar esta novidade para 2024: convidar os fãs a fazerem parte do processo e votarem.”

Continue navegando no portal The Riders e acelere com a gente!

Acesse nossas sessões Riders CustomRiders Speed, Riders TrailRiders ElétricaRiders Cross e fique ligado nas novidades! Moto

Notícias relacionadas

MOTOGP MARC MÁRQUEZ: Quero voltar dar o meu melhor

Marcelo Nunes

2024 Honda CBR1000RR-R Fireblade e CB1000 Hornet

Marcelo Nunes

Honda também vem desenvolvendo um conceito de uma moto que não cai

Marcelo Nunes

Deixe um comentário